Feira de Santana: vereador contesta pesquisa de ONG mexicana

Edvaldo Lima: eu não acredito nessa pesquisa.

Edvaldo Lima: eu não acredito nessa pesquisa.

Em pronunciamento na Casa Legislativa de Feira de Santana, nesta quarta-feira (10/05/2017), o vereador Edvaldo Lima (PP) questionou a pesquisa da ONG mexicana Conselho Cidadão Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, que avalia violência em municípios com mais de 300 mil habitantes.

De acordo com o edil, a referida ONG divulgou, no mês passado, que o Brasil foi o país com o maior número de cidades entre as 50 mais violentas do mundo em 2016, onde o município de Feira de Santana aparece em 15ª posição no ranking.

Para Edvaldo, não procede essa informação, uma vez que não apareceu na lista “a cidade do Rio de Janeiro, que está uma guerra, que é uma capital sem lei, que quem manda são os marginais, onde morrem pessoas mais do que na Síria”.

Ele argumentou também que das 19 cidades brasileiras citadas, apenas um município da região Sul entrou na lista, que é Curitiba, ficando na 49º posição, e um da região Sudeste, a cidade de Vitória (47º). Já na região Nordeste, o vereador disse que a maioria das capitais está presente: Salvador (20º), Maceió (25º), Recife (28º), João Pessoa (29º), São Luís (33º), Fortaleza (35º) e Teresina (38º). “Eu não acredito nessa pesquisa”, disse Edvaldo, apesar de reconhecer que Feira de Santana é uma cidade muito violenta.

Na oportunidade, ele informou que, segundo o diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana, capitão Allan Santos, um preso custa para o sistema carcerário baiano aproximadamente R$ 2.800. Para Edvaldo, isso incentiva o crime.

Indicações não atendidas

Mudando de assunto, o edil cobrou do Governo Municipal o atendimento de indicações de sua autoria, que, segundo ele, são reivindicações de interesse da coletividade, entre elas, a construção de uma passarela na rua Senador Quintino, bairro Jomafa, ligando ao bairro 35 BI, rua Olney São Paulo, entre outras localidades; bem como reconstrução asfáltica em todas as ruas do bairro Jardim Acácia e a revitalização da rua São Salvador, no bairro Tomba. Edvaldo afirmou que na via supracitada as crateras estão dificultando a circulação de pedestres e de veículos.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]