Feira de Santana – Micareta 2017: adolescentes alcoolizados representam maioria dos atendimentos no posto de saúde do circuito

Cena da Micareta 2017 de Feira de Santana.

Cena da Micareta 2017 de Feira de Santana.

O posto de saúde montado pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, na Rua Adenil Falcão, durante a ‘Micareta de Feira’, foi vistoriado hoje, dia 19, pelos promotores de Justiça Laise de Araújo Carneiro e Tiago Quadros, acompanhados por uma equipe de servidores do Ministério Público estadual.  O espaço conta com 15 leitos, sendo um de reabilitação, e uma equipe composta por um enfermeiro, um médico e dois técnicos no período diurno e dois enfermeiros, dois cirurgiões buco-maxilar, três médicos e quatro técnicos no período noturno. O objetivo da visita foi verificar a estrutura dos locais, o atendimento oferecido aos foliões e se havia necessidade de algum tipo de material imprescindível para garantir a agilidade no socorro dos pacientes. Segundo a supervisora do posto de saúde, Jucilane Ramos da Silva, a maioria dos atendimentos realizados ontem, primeiro dia da festa, foram casos de adolescentes alcoolizados.

O espaço funciona de 12h às 5h da madrugada e conta com duas ambulâncias para transferência dos casos mais graves para alguma unidade da rede hospitalar da cidade. Além disso, existem viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que dão suporte ao local. Além do atendimento médico, o folião conta com testes rápidos de HIV, Hepatite B e C, e Sífilis. “Caso seja detectada a sífilis, os pacientes já saem do posto com as primeiras medicações tomadas”, destacou a supervisora do posto Jucilane Ramos. Essas ações fazem parte do programa DST/AIDS da Secretaria Municipal de Saúde, que também está distribuindo preservativos, pílulas do dia seguinte e cartilhas informativas aos foliões. Os promotores de Justiça conheceram ainda a área de depósito, de medicamentos e os espaços para realização de exames das DSTs. O posto de saúde está funcionando desde a quarta-feira, dia 17, e continuará até as 5h da madrugada de segunda-feira, dia 22.

Inspeção no ‘Espaço Criança’ detecta irregularidades na estrutura de funcionamento

Em nova inspeção realizada na tarde de hoje, 19, no ‘Espaço Criança’, os promotores de Justiça constataram irregularidades no fornecimento de alimentação às crianças que são atendidas no local. Localizado no Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães, na Avenida Presidente Dutra, o espaço funciona como uma unidade de acolhimento temporária para crianças, às quais os conselheiros tutelares não conseguem localizar os familiares, e também para aquelas que estejam em situação de risco. Diante das irregularidades detectadas, o MP oficiou a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social para que sejam adotadas as providências cabíveis com o objetivo de oferecer um atendimento adequado às crianças em situação de vulnerabilidade. O local funciona 24h com uma equipe formada por conselheiros tutelares, que ficam atentos a casos de denúncias de violações aos direitos das crianças e adolescentes na micareta.

Durante a visita, os conselheiros tutelares relataram que o principal problema se refere à alimentação inadequada, pois em muitos casos as crianças chegam com fome ao local e a única alimentação disponível são biscoitos e sucos industrializados mantidos sem nenhuma refrigeração, além da falta de banheiro. O ‘Espaço Criança’ não funciona como abrigo e atende prioritariamente crianças ‘perdidas’ dos pais ou que tenham sofrido algum tipo de violência. Outro problema verificado pelo MP é a ausência de abrigos para as crianças e adolescentes filhos dos ambulantes que trabalham na micareta, entre outras.

Postos Policiais

Durante a tarde, a equipe do MP também visitou o posto da Policia Civil, localizado no circuito da festa, a fim de verificar como estão sendo conduzidos os registros de ocorrências criminais. O posto avançado recepciona os casos e encaminha para a Central de Flagrante, que também foi visitada pelo Ministério Público. Não foi encontrada nenhuma pessoa detida no local e não foi registrado nenhum auto de prisão em flagrante no dia de hoje. Segundo os promotores de Justiça Laise de Araújo Carneiro e Tiago de Almeida Quadros, não foram identificadas irregularidades nos postos policiais. Eles constataram que existe uma estrutura adequada com delegados, escrivãos e agentes das Polícias Civil e Militar para atender a demanda da festa até o momento.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]