Comunidade escolar da Bahia é mobilizada para ações sobre Educação no Trânsito

Educação no Trânsito é abordada nas escolas estaduais da Bahia.

Educação no Trânsito é abordada nas escolas estaduais da Bahia.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (DETRAN-BA), está levando às escolas da rede de Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista o projeto experimental “Educação no Trânsito”. O objetivo é envolver estudantes, pais e comunidade do entorno sobre comportamento adequado no trânsito para evitar acidentes que matam, principalmente, crianças de 0 a 14 anos, conforme dados oficiais. A partir das aulas lúdicas que recebem na escola, cabe aos alunos o dever de casa de propagar as informações entre seus familiares e vizinhos, conscientizando-os sobre os cuidados que devem tomar para preservar a vida.

Nesta terça-feira (23/05/2017), professores e coordenadores da rede estadual participaram, na Escola Pública de Educação no Trânsito, no DETRAN-BA, do curso de formação “Educação para o Trânsito”, com o objetivo de que eles se tornem multiplicadores da mudança de comportamento no trânsito. A coordenadora de Ensinos Fundamental e Médio da Secretaria da Educação, Ivonildes Costa, explica que a parceria com o DETRAN visa complementar a Educação Básica através da educação no trânsito, como está previsto no Código de Trânsito.

Para isto, além dos educadores, as escolas contam com equipes de monitores do próprio DETRAN, que estão visitando unidades para realizar atividades voltadas à educação no trânsito, a partir de técnicas especiais e lúdicas. Dicas simples e importantes de segurança são transmitidas aos estudantes, como não atravessar fora da faixa de pedestre, respeitar a sinaleira e usar o cinto de segurança. “Acidente de trânsito matam muitas crianças. Além de educá-los, o projeto busca transformá-los em propagadores das informações em casa, junto aos pais e irmãos, com os vizinhos e com a comunidade em geral”, destaca Ivonildes Silva.

O coordenador de Segurança e Educação para o Trânsito, Carlos Moura, ressalta a importância de levar educação no trânsito para os estudantes. “Os nossos alunos, pedestres hoje, serão também os condutores no futuro. É importante que sejam conscientizados desde agora, até porque são eles as principais vítimas do trânsito. E, diante de um quadro alarmante, apontando que o trânsito mata mais no Brasil do que doenças como câncer, aids e diabetes, educar a população é fundamental para revertermos os números que estão passando despercebidos pela sociedade”.

Números alarmantes – Conforme dados do DETRAN, em 2015, mais de 44 mil pessoas morreram vítimas do trânsito no país e 515 mil ficaram inválidas. Isto significa que, a cada minuto, uma pessoa fica paralítica para o resto da vida. E 90% dos acidentes são causados por falha humana: negligência, imprudência ou falta de habilidade.

O instrutor do curso de capacitação para profissionais da rede estadual, major Genésio Luide, destaca a campanha Maio Amarelo (www.maio.amarelo.com) como um importante instrumento de demonstração da gravidade da situação para que os estudantes e a população em geral se conscientizem para mudar hábitos que irão mudar a atual realidade. “Somos educadores por natureza e, como pedagogo de formação, me encontrei na área de trânsito, entendendo que só com educação iremos reverter a situação, lembrando que o principal elemento do trânsito não é o veículo e sim o pedestre”, ressalta o major.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]