ALBA: deputado Targino Machado conclama eleições ‘Diretas Já!’ e alerta que Congresso Nacional formado por maioria de corruptos não vai cassar mandato do denunciado presidente Michel Temer

Targino Machado: será que o povo brasileiro está esperando que o Congresso de canalhas, com raras exceções, vote o impeachment de Temer? Ledo engano. Isso não acontecerá!

Targino Machado: será que o povo brasileiro está esperando que o Congresso de canalhas, com raras exceções, vote o impeachment de Temer? Ledo engano. Isso não acontecerá!

Em pronunciamento realizado nesta segunda-feira (23/05/2017), na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado Targino Machado (PPS) analisou o grave momento em que passa a República e a democracia brasileira.

Durante o pronunciamento, o deputado informou que, segundo delação premiada dos executivos do Grupo J&F, o presidente Michel Temer (PMDB/SP), Aécio Neves (PSDB-MG) e José Perrella (Zezé Perella, PMDB-MG), e Rodrigo Loures (PMDB-PR) estão envolvidos em atos de corrupção, de forma associada, lembrando que os parlamentares foram objeto de mandados judiciais no transcurso da Operação Patmos, ação policial desencadeada na quinta-feira (18).

Targino Machado destacou o fato presidente da República, Michel Temer (PMDB/BA), responder a inquérito criminal no Supremo Tribunal Federal (STF), sendo denunciado pelo Procuradoria-Geral da República (PGR) por possível obstrução de Justiça, corrupção passiva e organização criminosa.

O parlamentar inferiu que o presidente Michel Temer chegou ao absurdo de requisitar Habeas Corpus com a finalidade de evitar prisão. Nesse aspecto, citou os pedidos de prisão formulados, nesta segunda-feira (22), pela PGR contra o senador Aécio Neves (PSDB/MG) e o deputado Rodrigo Loures (PMDB-PR), associados do presidente Temer.

Analisando a gravidade do contexto, Targino Machado afirmou que “Michel Temer não tem moral e ética para o cargo de Presidente da República, senão não teria recebido à noite, às escondidas, no Palácio do Jaburu, um bandido para uma conversa entre malandros.”.

Na sequência, o deputado citou que não existe novidade em “ver o playboy Aécio Neves pedindo propina e mandando um primo ir receber as malas de dinheiro?”, e lembrou que o senador “ameaçou de morte o primo, afirmando que se ele tentasse delatar, poderia matá-lo antes da delação.”

Targino Machado concluiu o pronunciamento conclamando mobilização popular em favor de eleições ‘Diretas Já!”’.

Confira discurso do deputado Targino Machado

“A cachorragem na política não me surpreendeu. O Temer não tem moral e ética para o cargo de Presidente da República, senão não teria recebido à noite, às escondidas, no Palácio do Jaburu, um bandido para uma conversa entre malandros.

Mas Temer e Dilma foram invenções e crias do ex-presidente Lula.

Qual a novidade de ver o playboy Aécio Neves pedindo propina e mandando um primo ir receber as malas de dinheiro? Ainda ameaçou de morte o primo. Se ele tentasse delatar, Aécio poderia matá-lo antes da delação. E eu pergunto: E agora, Aécio, por que não manda matar o presidente da JBS, o senhor Joesley, que lhe dedurou?

Qual a novidade o Lula e a Dilma terem recebido propina da JBS, cerca de 150 milhões de dólares? Todos os empresários e economistas que acompanham o mercado, sabiam que tinha alguma coisa estranha com a dinheirama derramada pelo BNDES no grupo JBS.

Perguntas que não querem calar, que ainda não têm resposta:

1) Por que a lista dos 1.829 políticos que receberam propina da JBS ainda não saiu? Será que essa lista ainda trará alguma novidade para os brasileiros?

2) Por que o primo de Aécio Neves, que foi receber dinheiro a mando dele, está preso e o mandante ainda está solto?

3) Michel Temer está esperando o que para renunciar? Xô Satanás! Vai-te embora e leva contigo todos os seus diabinhos!

4) O povo brasileiro está esperando o quê para ir as ruas pedir a saída do presidente malandro? Será que o povo brasileiro está esperando que o Congresso de canalhas (com raras exceções) vote o impeachment de Temer? Ledo engano, isso não acontecerá!

É fato que os políticos ultrapassaram qualquer limite imaginável. De cabo a rabo, são muitos ladrões.

Se não fosse Moro e a Lava Jato, estaríamos todos enganados neste Brasil.

Liberem a lista dos nomes dos quase 2 mil políticos que receberam propina da JBS. Devem ter muitos políticos sem dormir, preocupados com essa lista. Será que ainda haverá novidades?”

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]