ALBA: deputado propõe Moção de Apoio à PM em episódio envolvendo Igor Kannário durante a Micareta 2017 de Feira de Santana

Vereador e cantor Anderson Machado de Jesus (Igor Kannário, PHS de Salvador). Secretaria da Segurança Pública da Bahia critica descompostura do parlamentar e artista, durante Micareta 2017 de Feira de Santana.

Vereador e cantor Anderson Machado de Jesus (Igor Kannário, PHS de Salvador). Secretaria da Segurança Pública da Bahia critica descompostura do parlamentar e artista, durante Micareta 2017 de Feira de Santana.

Foi aprovado nesta terça-feira (23/05/2017), por unanimidade pela Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, o encaminhamento de Moção de Repúdio ao cantor Igor Kannário e apoio à Polícia Militar da Bahia pela declaração feita durante sua apresentação na Micareta de Feira de Santana no último domingo. A matéria foi apresentada pelo deputado estadual feirense, Angelo Almeida (PSB).

De acordo com vídeos divulgados na internet e matérias veiculadas pela imprensa, o cantor que é conhecido como o príncipe do Gueto teria agredido verbalmente uma policial militar, após relatar agressões aos foliões. “O cantor interrompeu sua apresentação para atacar e ofender a Polícia Militar na pessoa de uma Policial Feminina que cumpria com alta carga de estresse o papel de manter ordem e coibir violência entre foliões. Isso não é aceitável”, afirmou o deputado ao se solidarizar com as policiais femininas da Bahia. Angelo disse ainda que se Kannário gostaria de coibir algum tipo de excesso deveria fazê-lo com respeito como diversos cantores ao gerenciar do trio e palcos possíveis situações de violência. “É preciso respeito tanto as instituições quanto as pessoas. Isso é mais importante que ser ou não autoridade, o que aliás nos traz mais responsabilidades”.

De acordo com nota enviada pela Polícia Militar não existe até o momento registro de agressão de policiais contra foliões durante a Micareta que aconteceu entre os dias 17 e 21 deste mês. A PM informou também que o Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL) avaliará as imagens de videomonitoramento do circuito da festa para apurar a existência do fato.

O deputado Angelo Almeida ressaltou que o objetivo da Moção é de alertar. “Ele é um cantor jovem e tem o respeito dos fãs. Espero que compreenda que a sua mensagem pode ser passada de outra forma, sem ofender, agredir ou incitar ainda mais violência. A postura de um verdadeiro príncipe é cuidar dos seus com respeito “.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).