Vereador comenta sobre legalização do Uber em Feira de Santana

Roberto Tourinho: não podemos concordar é em criar um problema para depois buscar uma solução.

Roberto Tourinho: não podemos concordar é em criar um problema para depois buscar uma solução.

O vereador Roberto Tourinho (PV), no uso da tribuna na manhã desta terça-feira (14/03/2017), na Câmara Municipal de Feira de Santana, voltou a falar sobre o requerimento de sua autoria destinado à Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito em que pede informações referente à instalação do aplicativo Uber na cidade.

O vereador destacou que o assunto foi amplamente divulgado na imprensa feirense na manhã de hoje e ele, como advogado e representante municipal, tem que defender a legalidade. “Em Feira de Santana não podemos permitir o que aconteceu no resto do país. O que queremos é que o Poder Público fiscalize e não prejudique aos mototaxistas e aos taxistas da cidade, que trabalham legalmente”, destacou.

Tourinho ainda relembrou que quando o Sistema Integrado de Transporte foi implantado na cidade nos anos 90 “foi uma guerra”, com kombis e bestas pegando passageiros e sendo perseguidos pela polícia, que tratava pais de famílias como verdadeiros marginais. “Com muita luta o sistema alternativo do transporte foi legalizado. O mesmo aconteceu com os mototaxistas. Se o Município fizer o mesmo com o Uber, legalizando-o, temos que respeitar. O que não podemos concordar é em se criar um problema para depois buscar uma solução”, afirmou.

Finalizando seu discurso, o edil reafirmou que não vai permitir que primeiro se crie a clandestinidade do Uber para que só depois se discuta uma solução para o assunto, como aconteceu com as demais categorias. “Defendo sempre a legalidade”, concluiu.

 

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]