Salvador: estudantes da rede estadual apresentam projetos sobre o Carnaval e mostram história e diversidade da folia

Desfile de Carnaval no Colegio Castro Alves.

Desfile de Carnaval no Colegio Castro Alves.

A origem, a história, a evolução e a diversidade da maior festa popular do planeta estão sendo contadas pelos estudantes nas escolas estaduais, por meio de projetos interdisciplinares. A comunidade escolar do Colégio Estadual Castro Alves, na Cidade Baixa, em Salvador, por exemplo, promoveu, nesta terça-feira (21/02/2017), a culminância do projeto ‘Conhecendo o Carnaval e os seus ritmos’. Foram apresentadas máscaras, fantasias e painéis com a história do Carnaval. Os alunos também realizaram apresentações musicais, um baile e escolheram o Rei Momo, a rainha e as princesas da folia.

A rainha Thifanny Carvalho, 14 anos, estudante da 6ª série, subiu ao palco, acompanhada das princesas Eliane Santos, 12, e Ana Beatriz Reis, ambas da 5ª série, e falou com alegria do seu reinado: “Estou contente de representar a escola neste projeto que considero importante, porque envolveu pesquisas culturais que contribuíram para o nosso conhecimento sobre o Carnaval. A minha pesquisa foi sobre o frevo e foi interessante conhecer e aprender o ritmo dessa dança e as músicas, a exemplo de ‘Segura senão eu caio’, de Alceu Valença, que apresentamos no palco”, relata Thifanny.

Também no ritmo da festa, Andreza Serpa, 15 anos, 8ª série, conta que a sua turma ficou com a pesquisa sobre a axé-music. “Pesquisamos sobre este movimento que surgiu na Bahia, as músicas que o representam, os seus artistas e a sua importância para o Carnaval em todo o país. Também foi interessante saber, através dos colegas, sobre o surgimento do trio elétrico, com Dodô & Osmar”, comenta.

A coordenadora pedagoga Graça Rocha explica que o trabalho sobre o Carnaval como manifestação popular, destacando a sua diversidade de ritmos, danças e trajes, espelham o mosaico de origens do povo brasileiro, com suas influências africanas, indígenas e europeias. “O Brasil é um país rico culturalmente, porém, muitas vezes, o que sabemos se limita ao que a TV nos mostra. Por isso, buscamos realizar um trabalho que ampliasse o conhecimento dos estudantes sobre a festa, levando em conta a sua origem e traçando uma linha do tempo desde os antigos Carnavais até a atualidade”, justifica.

Outros Carnavais – Já no Colégio Estadual Ana Bernardes, no bairro de Cajazeiras VI, em Salvador, os estudantes das 5ª, 6ª e 7ª séries promoveram o Carnaval da escola a partir de um trabalho de pesquisas que resultou na construção de dois grandes painéis. Neles, foram destacados o Pelourinho e o Farol da Barra, cenários importantes da festa carnavalesca.

No Colégio Estadual Bertholdo Cirilo dos Reis, em Plataforma, Subúrbio Ferroviário de Salvador, os estudantes encerraram, nesta terça (21), o projeto ‘Carnaval 2017 – a alegria e a magia da maior festa popular do planeta’ com um desfile à fantasia pelas ruas do bairro. O projeto, explica o professor de Química e vice-diretor do noturno Renato Bispo, teve o objetivo de fortalecer resgatar a história do Carnaval, desde a sua origem até os dias atuais, mostrando o valor sociocultural da festa. “Para isto, os nossos estudantes pesquisaram, confeccionaram cartazes e participaram de oficinas de máscaras e fantasias, entre outras”.

Os estudantes do Colégio Estadual Ypiranga também promoveram o seu Carnaval, batizado de CeyFolia. Fantasiados, eles inauguraram o Circuito Ivana Chastinet, pelas ruas do Largo 2 de Julho, onde a escola está instalada.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]