“Operação Verão” fecha academias e enquadra ilegais em Salvador

Operação Verão fecha academias em Salvador.

Operação Verão fecha academias em Salvador.

Cinco academias foram fechadas, treinamentos físicos foram interrompidos nas praias de Salvador e sete pessoas foram encaminhadas para a Delegacia por terem sido flagradas no exercício ilegal da Profissão pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF13/BA) durante a Operação Verão, que conta com o apoio da Policia Civil (DECON) e do PROCON, e está ocorrendo desde ontem (07/02/2017) na capital baiana. “A intenção do Conselho Regional de Educação Física está sendo dobrar a fiscalização durante a estação do ano mais requisitada pelos adeptos dos esportes e consequentemente pelas pessoas mal intencionadas, que se aproveitam dessa procura para exercer ilegalmente a Profissão” afirmou o Presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF13/BA), Paulo César Vieira Lima. Na orla soteropolitana foram percorridas as praias localizadas em Patamares e no Jardim de Alah, além das academias situadas nos bairros do Cabula, Vale do Matatu, Mussurunga e São Cristovão.

Nessa manhã (08/02), na Praia de Patamares, foi novamente flagrado no exercício ilegal da profissão, o ex-jogador de futebol, Raimundo Nonato, que estava ministrando aulas de treinamento funcional. “Ele já tinha sido autuado em 2015 desenvolvendo o mesmo trabalho no local, portanto agora, como é reincidente, a pena recebida anteriormente pode ser duplicada após o fim do processo” afirmou o supervisor do Departamento de Orientação e Fiscalização do Conselho Regional de Educação Física, Jailson Andrade.  “Além desse caso, no Jardim de Alah flagramos outro exercício ilegal, mas a pessoa estava comandando, além da aula de funcional também o futevôlei” completou Jailson, referindo-se a Osvaldo da Silva Mota Neto que também foi encaminhado para a Delegacia (DECON).

Sete academias foram visitadas durante a Operação Verão. Os estabelecimentos fechados por ilegalidades foram: a Academia de Paulo, localizada no Vale do Matatu, e outras quatro academias situadas em São Cristovão: Yolanda Fitness, Ramos Fitness, Academia Leste e Macedo Fitness.

A Academia de Paulo (Vale de Matatu) interrompeu as aulas e fechou os portões porque não tinha Profissionais de Educação Física ministrando as atividades físicas no momento da fiscalização. A única pessoa identificada como responsável pelas atividades no momento da visita foi Cristina Pereira que não possuía registro no CREF13/BA, e foi encaminhada para a DECON para responder por exercício ilegal da profissão.

A Academia R. Fit (Cabula) foi encontrada sem registro no CREF e sem alvará sanitário, permitindo inclusive o exercício ilegal da profissão. O autuado no local foi Bruno Farias Celes, que não possui formação em Educação Física e, portanto foi levado para a Delegacia para responder por exercício ilegal da profissão. Já a André Fitness (Mussurunga) foi autuada por não possuir registro de pessoa jurídica. E a Yolanda Fitness (São Cristovão) teve que fechar as portas porque foi flagrada sem Profissionais de Educação Física registrados no CREF13/BA, orientando as atividades físicas. As aulas estavam sendo ministradas ilegalmente por Marinalva Caldas Nunes. A academia também estava sem registro no CREF e em desacordo com as normas da ANVISA.

A Academia Leste (São Cristovão) foi outra que teve que mandar os alunos pra casa e lacrar os portões, pois estava sem registro no CREF, CNPJ e evidências de alvará sanitário. Na Macedo Fitness (São Cristovão) a situação não foi muito diferente. O estabelecimento foi fechado porque não possui registro no CREF, CNPJ e alvará sanitário, e estava funcionando em desacordo com as normas da ANVISA. Além disso, a equipe do CREF flagrou Ricardo Jesus Santos atuando como Profissional de Educação Física, sendo deflagrado o exercício ilegal da profissão.

Já a Academia Ramos Fitness (São Cristovão) foi fechada porque foi identificada sem registro no CREF e sem evidências de alvará sanitário. No local estava atuando ilegalmente como Profissional de Educação Física, Fabricio Neves Cerqueira. Ele não possui registro no CREF, infringindo o artigo 47 do decreto 3688/41, combinado com a lei federal 9696/98.

As denúncias de exercício ilegal da profissão podem ser enviadas para o Conselho Regional de Educação Física (CREF13/BA), através do site: www.cref13.org.br.

*Com informações do Conselho Regional de Educação Física (CREF13/BA).

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]