SSP monta esquema para captura de quadrilha em Bom Jesus da Lapa

Diversas unidades das polícias Civil e Militar já estão no Oeste Baiano em buscas dos responsáveis pelas mortes dos soldados Everton Oliveira de Santana e Gilberto Lemos Silva Júnior, policiais militares lotados no 38ª Companhia Independente da Polícia Militar (Bom Jesus da Lapa).

Equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer), do Batalhão de Operações Policiais Militares (Bope), e das Companhias Independentes de Policiamento Especializado Cerrado e Semiárido buscam a quadrilha, que tentou assaltar as agências do Banco do Brasil e Bradesco do município.

Numa ação rápida, policiais da 38ª CIPM conseguiram impedir os assaltos, flagrando a quadrilha durante a ação. Houve confronto e o soldado José Cardoso Pereira foi baleado e socorrido ao hospital, onde passa bem. Os soldados Everton e Gilberto foram rendidos pelos bandidos e encontrados mortos, na zona rural do município.

Um dos assaltantes, identificado como Tiago da Silva, morreu em confronto com o Bope. O documento encontrado com ele será encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica para atestar a autenticidade. “Através da confirmação da identidade deste criminoso morto em confronto conseguiremos chegar aos líderes e demais integrantes dessa quadrilha”, afirmou o responsável pela 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Bom Jesus da Lapa, Jackson Luiz Trindade Neves.

O delegado acrescentou também que equipes das Coorpins de Santa Maria da Vitória e de Barreiras foram enviadas ao município e que as polícias de todos os estados vizinhos também estão em alerta.

*Com informação da SSP Bahia.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]