Senadores lamentam morte do ministro Teori Zavaschi e elogiam sobriedade e equilíbrio do ministro

Teori Albino Zavascki atuou como magistrado de carreira e professor. Era ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 29 de novembro de 2012, tendo sido nomeado pela presidente Dilma Rousseff. Ele morreu em acidente de avião, na quinta-feira (19/01/2017), próximo à Ilha Rasa, no litoral de Paraty, Rio de Janeiro.

Teori Albino Zavascki atuou como magistrado de carreira e professor. Era ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 29 de novembro de 2012, tendo sido nomeado pela presidente Dilma Rousseff. Ele morreu em acidente de avião, na quinta-feira (19/01/2017), próximo à Ilha Rasa, no litoral de Paraty, Rio de Janeiro.

A morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki repercutiu entre as principais lideranças políticas do Senado Federal. Os parlamentares lamentaram a morte do jurista e o elogiaram pelo equilíbrio e sobriedade na condução dos processos da Lava Jato, dos quais Teori era relator.

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse ter recebido com “extremo pesar e perplexidade” a notícia da morte de Teori. Segundo ele, o ministro sempre se destacou pela “seriedade, brilhantismo e tranquilidade na defesa do Poder Judiciário e de todas as instituições brasileiras”.

“Trata-se de um magistrado que ganhou respeitabilidade pelo senso de justiça, legalismo, equilíbrio e devoção às leis. O Brasil, a sociedade e o mundo jurídico perdem um de seus maiores expoentes. Em nome do Congresso Nacional, manifesto minhas condolências à família e rogo pelo rápido esclarecimento das causas desse trágico acidente”, disse Renan, em nota.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki morreu em acidente aéreo em ParatyArquivo/José Cruz/Agência Brasil
O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), também se disse surpreendido pela notícia da tragédia envolvendo o ministro do STF e lamentou a perda daquele que considerava “um magistrado exemplar, eterno vigilante da Constituição, absolutamente coerente com suas convicções”. Para Eunício, a “sobriedade” de Teori Zavascki fará falta à nação e à Justiça do Brasil.

O líder do PT na Casa, senador Humberto Costa (PE), disse que a morte de Teori representa “uma perda para o mundo jurídico e o Poder Judiciário”. Costa disse estar “preocupado” com atrasos ou recomeço dos processos da Lava Jato no Supremo com a indicação de uma nova relatoria, o que, segundo ele, seria “muito ruim” para a investigação.

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), também se disse “profundamente impactado” com a morte do magistrado. “O Brasil tem uma grande dívida de reconhecimento e gratidão com o ministro pela forma equilibrada e responsável com que ele conduziu um dos momentos mais difíceis da história do país. Ele honrou a cadeira que ocupou na nossa mais alta Corte. Os meus profundos sentimentos às famílias de todas as vítimas.”

O senador Antonio Anastasia (PMDB-MG) destacou a atuação de Teori Zavascki na condução dos trabalhos da Lava Jato no STF por ser “muito sério e correto” e disse que a queda do avião em que o ministro estava precisa ser investigada. “Esperamos todos agora uma apuração cuidadosa e técnica sobre as causas desse acidente”.

O líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), elogiou a “precisão técnica e discrição” com a qual Teori trabalhou e disse que a morte dele afeta o país e a Justiça brasileira.

Para o presidente do Democratas, senador José Agripino Maia (RN), com a morte de Teori, “a Suprema Corte perde uma referência que o Brasil vê como modelo de equilibro e saber jurídico”.

Em nota, o ex-presidente da República José Sarney lembrou que conheceu Teori Zavaski quando o ministro ainda era desembargador do Tribunal Federal do Rio Grande do Sul e destacou a passagem dele também pelo Superior Tribunal de Justiça. “Era um magistrado sério, correto e brilhante. Prestou um grande serviço à magistratura brasileira com sua experiência e cultura jurídica”, disse o ex-presidente.

Leia +

Nome do ministro Teori Zavascki está em lista de passageiros de avião que caiu em Paraty; ministro é responsável, no STF, pelo Caso Lava Jato

Morre em acidente aéreo Teori Albino Zavascki; ministro era relator do Caso Lava Jato

Relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki morre aos 68 anos

Bombeiros localizam três corpos dentro do avião que caiu em Paraty; ministro Teori

Dono do hotel Emiliano é um dos mortos no acidente aéreo em Paraty

Filho de Teori Zavascki descarta sabotagem em acidente aéreo que matou pai

Senadores lamentam morte do ministro Teori Zavaschi e elogiam sobriedade e equilíbrio do ministro

Magistrados, políticos e setores representativos da sociedade emitem nota de condolência pela morte do Teori Albino Zavascki

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]