EUA: presidente Barack Obama divulga carta de despedida ao povo americano: “em seus atos cotidianos de cidadania, eu vi nosso futuro se desdobrar”

Barack Hussein Obama II (Honolulu, 4 de agosto de 1961) é um advogado e político norte-americano, o 44.º e atual presidente dos Estados Unidos, sendo o primeiro afro-americano a ocupar o cargo. Exercendo mandatos de 2009 a 20 de janeiro de 2017.

Barack Hussein Obama II (Honolulu, 4 de agosto de 1961) é um advogado e político norte-americano, o 44.º e atual presidente dos Estados Unidos, sendo o primeiro afro-americano a ocupar o cargo. Exercendo mandatos de 2009 a 20 de janeiro de 2017.

O mandatário estadunidense Barack Obama divulgou uma carta de agradecimento, nesta quinta-feira (19/01/2017), seu último dia de trabalho como o 44º presidente dos Estados Unidos, pedindo ao povo americano que permaneça na democracia e prometendo “estar bem ali com você a cada passo do caminho”.

Antes de passar o posto para Donald Trump, o 45º presidente, em cerimônia a ser realizada amanhã (20), Obama agradeceu “pela honra” de servir ao país. “Tudo o que aprendi no meu tempo no cargo, aprendi com vocês”, disse ele na carta, referindo-se ao povo norte-americano. “Vocês me fizeram um melhor presidente e vocês me fizeram um homem melhor.”

Obama passou as últimas duas semanas em preparativos para a sua saída da presidência. Fez um discurso de despedida em Chicago, na semana passada, e conversou com os jornalistas em sua última entrevista à imprensa na Casa Branca, em Washington, na quarta-feira (19).

“Eu vi você, povo americano, em toda sua decência, determinação, bom humor e bondade. E em seus atos cotidianos de cidadania, eu vi nosso futuro se desdobrar “, disse ele. “Todos nós, independentemente de partido, devemos nos lançar nessa obra, que é o trabalho alegre da cidadania. Não apenas quando há uma eleição, não apenas quando nosso próprio interesse estreito está em jogo, mas durante todo o período de uma vida”.

“E quando o arco de progresso parece lento, lembre-se: a América não é o projeto de uma única pessoa. A palavra mais poderosa em nossa democracia é a palavra ‘nós”, escreveu Obama na carta, que repetiu a frase que caracterizou a sua primeira campanha eleitoral: “Yes, we can” (“Sim, nós podemos”).

Obama vai participar da posse do presidente eleito Donald Trump, juntamente com a primeira-dama Michelle Obama, nesta sexta-feira (20).

Íntegra da carta

Meus compatriotas americanos,

É uma tradição de longa data para o presidente em exercício dos Estados Unidos deixar uma carta de despedida no Escritório Oval para o americano eleito para tomar seu lugar. É uma carta destinada a compartilhar o que sabemos, o que aprendemos e que pequena sabedoria pode ajudar nosso sucessor a assumir a grande responsabilidade que vem com o mais alto cargo em nossa terra ea liderança do mundo livre.

Mas antes de deixar a minha nota para o nosso 45 º presidente, eu queria dizer uma final obrigado pela honra de servir como seu 44 º. Porque tudo o que aprendi no meu tempo no cargo, aprendi com você. Você me fez um melhor presidente, e você me fez um homem melhor.

Ao longo desses oito anos, você tem sido a fonte de bondade, resiliência e esperança da qual tirei força. Eu vi vizinhos e comunidades cuidarem umas das outras durante a pior crise econômica de nossas vidas. Eu chorei com as famílias aflitas procurando por respostas – e encontrei graça em uma igreja de Charleston.

Eu tenho tomado o coração da esperança de jovens diplomados e nossos mais novos oficiais militares. Eu vi nossos cientistas ajudar um homem paralisado a recuperar seu senso de toque, e guerreiros feridos uma vez desistiu de andar morto novamente. Eu vi americanos cujas vidas foram salvas porque finalmente têm acesso a cuidados médicos e famílias cujas vidas foram mudadas porque seus casamentos são reconhecidos como iguais aos nossos. Eu vi as crianças mais novas nos lembrarem por meio de suas ações e pela generosidade de nossas obrigações de cuidar de refugiados, ou trabalhar pela paz e, acima de tudo, olhar para o outro.

Eu o vi, o povo americano, em toda a sua decência, determinação, bom humor e bondade. E em seus atos cotidianos de cidadania, eu vi nosso futuro se desdobrar.

Todos nós, independentemente do partido, devemos lançar-nos nesse trabalho – o trabalho alegre da cidadania. Não apenas quando há uma eleição, não apenas quando nosso próprio interesse estreito está em jogo, mas durante todo o período de uma vida.

Eu estarei lá com você a cada passo do caminho.

E quando o arco de progresso parece lento, lembre-se: a América não é o projeto de qualquer pessoa. A palavra mais poderosa em nossa democracia é a palavra “Nós”. ‘Nós as pessoas.’ ‘Nós devemos superar.’

Sim nós podemos.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]