Cartórios privatizados fortalecem atendimento após realização do concurso, avalia TJBA

“A cidade de Nova Soure terá o melhor cartório de registro de imóveis”. Com esta determinação, a nova delegatária Emília Quetere Belmonte Bisneta recebeu a outorga para investir no cartório privatizado da cidade localizada a 192 quilômetros de Salvador.

Formada em direito pela Universidade Católica do Salvador (UCSal), Emília integra o seleto grupo de mais de mil aprovados no maior concurso público do país para delegação de cartório privatizado, daí a função chamar-se delegatária.

Promovido pelo Tribunal de Justiça da Bahia, o concurso público teve na tarde desta sexta (13/01/2017) a última audiência de escolha dos cartórios e serventias por parte dos aprovados, realizada no salão do júri no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.

Houve quem declinasse para tentar reescolher opções que sejam adequadas ao seu perfil pessoal. Foi o caso do carioca Fernando Henrique Figueiredo de Lacerda Guerreiro, 671º colocado, e da capixaba Lohanna Coser Bitti, 672ª colocação.

Um outro segmento escolheu a serventia, por ter mais conhecimento ou entender como mais rentável, e não importou-se sequer em saber onde fica a comarca, preferindo a surpresa do desconhecido.

Foi o caso da delegatária Mona Lisa Aquino Sousa, do Rio Grande do Norte. “Queria tabelionato de protestos, e veio a cidade de Cocos, eu aceitei”, disse, sem hesitar, ao deixar o salão do júri. Em tempo: Cocos fica a 665 quilômetros de Salvador

O corregedor-geral de Justiça, desembargador Osvaldo de Almeida Bomfim, e a corregedora das comarcas do interior, desembargadora Cynthia Maria Pina Resende são os responsáveis pela outorga aos aprovados.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]