Respeitem a cidade: Feira de Santana não tem dono! | Por Targino Machado

Artigo aborda, criticamente, atuação da ViaBahia, com destaque para as falhas na prestação de serviço em Feira de Santana.

A Viabahia já demonstrou não ter nenhum respeito com o cotidiano da cidade de Feira de Santana. O único objetivo é o lucro.

Essa empresa está dividindo a cidade em duas, isolando, sitiando mesmo, bairros inteiros, como é o caso do bairro do Viveiros, submetendo os seus moradores de décadas a terríveis sacrifícios em seus deslocamentos urbanos.

O papel da Viabahia, concessionária de serviço público, deveria ser o de facilitar a vida da população através de investimentos na mobilidade urbana, cujo o objetivo fim é o de melhorar a vida das pessoas.

Aquela empresa chegou à Feira de Santana invadindo a cidade, sem nenhuma preocupação com a cultura ou a história preexistente, dificultando a vida de tantos e criando dificuldades para diversos segmentos empresariais, hospitais, faculdades e etc… como se dona fosse desta cidade.

Os investimentos feitos pela Viabahia são com o nosso dinheiro, fritando o porco com a mesma banha, portanto não é favor algum, e precisam ser submetidos às posturas municipais e aos interesses maiores da comunidade.

Estas posturas que geraram intervenções na cidade, sem nenhum respeito a interesses coletivos, precisam serem repensados.

Já estou tentando galvanizar apoios políticos e sociais, de forma suprapartidária, para encetarmos esforços no sentido de darmos novo rumo àquelas intervenções.

Procurei o Poder Legislativo de Feira de Santana, nesta última quinta-feira (29), através do vereador José Carneiro Rocha, líder do governo na Câmara Municipal da cidade, que pensa de igual modo. Queremos interagir com todos os segmentos sociais. Vamos procurar o prefeito José Ronaldo, o representante do Ministério Público, para solicitar apoio em defesa de uma cidade com boa mobilidade, mas humanizada.

Não podemos estar calados, sem berrar, como bois levados ao matadouro. A Viabahia patrocina um desequilíbrio na logística da cidade.

Eles estão querendo, em nome do lucro, transformar a cidade num beco sem saída, num corredor polonês, para isso, inclusive, já negociaram, não se sabe com quem, um aumento abusivo de tarifas, quase três vezes maior que a inflação do período.

Rogo a todos que desejem contribuir, que façam contato, enfim, esta luta não é de um ou poucos cidadãos, já que quem clama por providência é a cidade.

O aumento das tarifas dos pedágios das rodovias federais é um abuso!

Vamos à luta!

Boas festas e Feliz Ano Novo a todos.

Deputado Targino Machado

*Targino Machado Pedreira Filho é médico e deputado estadual (PPS/BA).

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]