Jorge Wagner disputará Campeonato Baiano pelo Fluminense de Feira

José Francisco (Zé Chico), presidente do Fluminense de Feira; Jorge Wagner, jogador contratado; José Ronaldo, prefeito de Feira de Santana e Luiz Paolilo Filho, vice-presidente de futebol do Fluminense de Feira

José Francisco (Zé Chico), presidente do Fluminense de Feira; Jorge Wagner, jogador contratado; José Ronaldo, prefeito de Feira de Santana e Luiz Paolilo Filho, vice-presidente de futebol do Fluminense de Feira

Campeão da Libertadores com a camisa do Internacional, em 2006, o experiente meia Jorge Wagner atuará pelo modesto Fluminense de Feira no Campeonato Baiano de 2017. Aos 38 anos, ele acertou verbalmente o acordo com o clube e se apresentará no início de janeiro. O contrato deverá ser para o Estadual. A estreia vai acontecer no dia 2 de fevereiro, contra o Galícia, fora de casa.

Jorge Wagner é natural da cidade de Feira de Santana e o sonho do seu pai sempre foi ver o filho atuando com a camisa do time local. O meia foi revelado no Bahia e depois ainda defendeu Internacional, Cruzeiro, Corinthians, São Paulo, Botafogo e Vitória. Fora do país jogou por Lokomotiv Moscou, da Rússia, Betis, da Espanha, e Kashiwa Reysol, do Japão.

O vice-presidente do clube, Luís Paulilo, disse que a diretoria quer montar um time competitivo para brigar de igual para igual com a dupla Bahia e Vitória. O dirigente afirmou que Jorge Wagner deu a palavra de que atuará pelo clube no Campeonato Estadual, apesar do contrato ainda não ter sido assinado.

“O Fluminense é um clube de força e tradição na Bahia e para mim será uma alegria jogar no clube da minha cidade. Tive contatos com os dirigentes, gostei do projeto e vou encarar o desafio de vestir esta camisa”, ressaltou Jorge Wagner, que esteve nesta quarta-feira em Feira de Santana, onde participou de um bate-papo com dirigentes do clube e o prefeito José Ronaldo de Carvalho.

Por meio de nota divulgada em seu site oficial, o clube ainda ressaltou que a chegada de Jorge Wagner poderá impulsionar a vinda de possíveis patrocinadores, o que o próprio jogador acredita que possa acontecer.

“Ao longo destes anos no futebol conheci muitas pessoas de diversos setores da sociedade e posso, através do conhecimento, conseguir patrocinadores para apoiar o projeto do Fluminense, que é muito bom, mas os dirigentes têm muitas dificuldades para manter e quem gosta de futebol, quem gosta do Fluminense, precisa dar a sua contribuição. Como filho da terra quero dar meu apoio e espero que as pessoas possam dar as mãos e fazer um Fluminense forte, capaz de conquistar títulos e dar muitas alegrias aos seus torcedores”, completou o meio-campista.

*Com informações do Estadão Conteúdo e do jornalista Cristiano Alves.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]