Ipac assina cooperação de educação patrimonial em Morro de São Paulo

Morro de São Paulo, Ilha de Tinharé, Município de Cairu, Costa do Dendê.

Morro de São Paulo, Ilha de Tinharé, Município de Cairu, Costa do Dendê.

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) assina nesta terça-feira (20/12/2016), às 14h, em Morro de São Paulo, no município de Cairu, no sul da Bahia, termo de cooperação com a Prefeitura local e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Ides) para implantação de um programa de educação patrimonial. “Trata-se de mais uma ação de salvaguarda para os bens culturais e imateriais dessa região”, afirma o diretor-geral do Ipac, João Carlos de Oliveira.

O programa do Ipac integra a revitalização do Forte de Morro de São Paulo, que detém investimento de R$ 9,2 milhões via incentivo da Lei Rouanet, com projeto do Ides. Até março de 2017, o forte vai se transformar em um complexo arquitetônico-histórico de visitação cultural para turistas locais, nacionais e internacionais.
Sala de reuniões, anfiteatro com 240 lugares, espaço para eventos e café-cultural são alguns dos itens que farão parte do complexo. Visitas guiadas devem ser uma das alternativas de receita. “O complexo fortificado de Morro de São Paulo é originário do século XVII, quando o Forte Velho ou da Conceição foi construído a mando de Diogo Luiz de Oliveira, então governador da Bahia, durante a dominação da Espanha sobre Portugal”, explica João Carlos.
Segundo o diretor-geral do Ipac, a fortificação tem muralha com cerca de 680 metros, portal, edificações à beira-mar, bateria de Santo Antônio, fortes do Zimbeiro e de São Luiz, além do farol no cume do morro. O forte é protegido como Monumento Nacional pelo governo federal, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]