Trabalhadores do Município de Feira de Santana procuram vereadores para solucionar impasse do vale transporte

Trabalhadores procuram vereadores para solucionar impasse do vale transporte.

Trabalhadores procuram vereadores para solucionar impasse do vale transporte.

Representantes da APLB Feira, do Sindicato dos Agentes de Endemias de Feira de Santana, do Sindicato dos Guardas Municipais de Feira de Santana e da Associação dos Agentes de Trânsito de Feira de Santana estiveram reunidos, na manhã desta segunda-feira (28/11/2016), na presidência da Câmara Municipal de Feira de Santana, com o presidente da Casa, vereador Ronny (PHS) e os vereadores Justiniano França (DEM) e Alberto Nery (PT), onde pediram a intermediação do Legislativo feirense junto ao prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM), para que tenham direito ao vale transporte em espécie.

Segundo a presidente da APLB Feira, Marlede Oliveira, há poucos dias as categorias foram informadas de que não mais receberiam o vale transporte em espécie, e sim através do cartão Via Feira. Segundo ela, com decreto do prefeito José Ronaldo informando o uso obrigatório do cartão para o transporte, os trabalhadores apenas poderão utilizar o ônibus coletivo urbano para o deslocamento.

“Com esse decreto do prefeito, os trabalhadores estão obrigados a utilizar apenas o ônibus coletivo urbano como meio de transporte, não podem mais usar o dinheiro recebido para o transporte com um motoboy, um táxi e outros. Entendemos que o prefeito está agindo de forma antidemocrática. Então, viemos procurar os vereadores com a intenção de que possam nos ajudar a resolver esse problema. Queremos que os trabalhadores recebam o vale transporte como antes: em espécie”, disse Marlede.

Os representantes fizeram várias observações aos edis, principalmente em relação à distância de algumas residências aos locais de trabalhos. “Quem mora muito longe, por exemplo, será obrigado a pegar um ônibus para ir trabalhar, não pode mais se deslocar de motoboy”, disse Carlos Eduardo, presidente da Associação dos Agentes de Trânsito de Feira de Santana. “E quem trabalha na zona rural, onde o transporte é mais caro, como fará para pagar seu deslocamento?”, questionou Roberto Carvalho, presidente do Sindicato de Endemias de Feira de Santana.

Após ouvir os reclames, os edis informaram que não têm competência para resolver o problema, podem apenas intermediar uma audiência entre as categorias e o prefeito. “Compreendemos os anseios das categorias, mas como vocês sabem, não temos competência para resolver essa questão, porém vamos intermedir um contato entre vocês e o prefeito José Ronaldo. Vamos agendar com ele uma audiência com vocês e, assim que tivermos o dia e horário, entramos em contato”, garantiu o presidente Ronny.

Outras publicações

Feira de Santana: vereador denuncia acumulação indevida de cargos por servidor do município Beldes Luis Pereira Ramos. O vereador oposicionista Beldes Ramos (PT) usou a tribuna na manhã desta terça-feira (24/11/2015), na Casa da Cidadania, ...
Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana promove reunião Ronny coordena reunião. O presidente da Câmara de Vereadores, Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny, PSDB), fez no final da tarde de  segunda-feira (...
Eleições 2016 – Feira de Santana: presidente da Câmara Municipal deseja boa sorte aos candidatos a vereador Vereador Reinaldo Miranda (Ronny) deseja sorte aos concorrentes. O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador Reinaldo Miranda – R...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br