Secretaria da Segurança Pública diz que violência em Feira de Santana está relacionada a educação precária e falta de programas municipais para crianças e adolescentes

Secretário Maurício Barbosa diz que Estado não tem medido esforços para combater os crimes contra a vida que ocorrem no município de Feira de Santana.

Secretário Maurício Barbosa diz que Estado não tem medido esforços para combater os crimes contra a vida que ocorrem no município de Feira de Santana.

Em nota, divulgada hoje (17/11/2016) a Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP BAHIA) informa que tem atuado com determinação no sentido de diminuir a criminalidade em Feira de Santana.

A SSP Bahia declara que 52 policiais militares foram destinados ao policiamento ostensivo em Feira de Santana e destaca que o elevado número de mortes é decorrente, em 70 ou 80% dos casos, de mortes relacionadas ao tráfico de drogas.

A secretaria afirma que seis delegados e 19 investigadores passarão a atuar em Feira de Santana, que a Operação Ronda Maria da Penha e duas Bases Comunitárias de Segurança foram implantadas no município.

A SSP valia que o elevado número de homicídios está relacionado a baixa qualidade da educação pública básica e a falta de programas municipais destinados a crianças e adolescentes.

Confira o teor da nota

A Secretaria da Segurança Pública não tem medido esforços para combater os crimes contra a vida em Feira de Santana, 70 e 80% resultados da briga pelo domínio do tráfico de drogas.

Só este ano, 52 PMs foram enviados para reforçar o policiamento ostensivo no município, bem como 28 novas viaturas, oferecendo mais estrutura aos profissionais que atuam na segunda maior cidade do estado. Há um mês, o município também passou a contar com a Operação Ronda Maria da Penha, que oferece acompanhamento às feirenses que possuem medidas protetivas estabelecidas pela Justiça.

A SSP também destaca, a chegada de seis delegados e 19 investigadores em Feira de Santana ainda este ano, proporcionando mais celeridade nas investigações dos crimes cometidos no município. O efetivo atuará nas delegacias de Homicídios, Tóxicos e Entorpecentes e Especial de Atendimento à Mulher.

Feira de Santana também é um dos municípios do interior do estado beneficiados com a instalação de duas Bases Comunitárias de Segurança, (George Américo e Rua Nova), unidades que além de promover a pacificação das áreas atendidas, oferece uma série de atividades educacionais, sociais e esportivas a centenas de crianças e adolescentes de baixa renda.

A SSP considera que abordar o problema da violência de maneira rasa e superficial, sem considerar outros fatores, como a falta de investimentos para a educação infantil, a ausência de programas sociais voltados especificamente para crianças e adolescentes, por exemplo, de nada colabora para a transformação dessa realidade.

Por fim, a SSP reitera a necessidade do Poder Legislativo, a quem compete a formulação de leis, colocar como pauta prioritária a mudança do código penal, no que diz respeito à punição para homicidas, traficantes de drogas e ao crime organizado.

Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br