Samba de roda do Recôncavo da Bahia ganha festival na Caixa Cultural Salvador

Samba de Dona Dalva participa do Festival de Samba de Roda de Cachoeira.

Samba de Dona Dalva participa do Festival de Samba de Roda de Cachoeira.

A CAIXA Cultural Salvador apresenta, de 1º a 4 de dezembro de 2016, o Festival de Samba de Roda de Cachoeira. Oito grupos tradicionais do Recôncavo baiano se apresentam, exaltando o samba de roda, que, desde 2005, foi tombado como patrimônio imaterial da humanidade. Os espetáculos acontecem de quinta-feira a sábado, às 19h, e no domingo, às 18h.

O festival exalta a poética e o ritmo singular dos sambadores do Recôncavo, com o propósito de unir o público em um festejo de interação com as raízes do samba de roda. A cada dia, duas agremiações tradicionais de Cachoeira-BA se apresentam. Participam do festival os grupos Samba Filhos do Caquende, Geração do Iguape, Esmola Cantada, Juventude do Iguape, Samba de Dona Dalva, Raiz do Boqueirão, Filhos da Barragem e Suspiro do Iguape.

Os ingressos serão vendidos a preços populares, a partir das 9h da quinta-feira (1º), para todas as apresentações, na bilheteria da própria CAIXA Cultural Salvador, na Rua Carlos Gomes, 57, Centro.

Programação

A programação do Festival de Samba de Roda de Cachoeira será aberta na quinta-feira (1º), pelo grupo Samba Filhos do Caquende. Formado por 16 integrantes e com quase 30 anos de existência, a agremiação traz a força das passeatas de romarias e festas populares do Recôncavo. Na mesma noite ainda se apresenta o samba de roda Geração do Iguape, que, desde 2007, mistura a chula do mestre Domingos com a energia dos sambadores amigos.

Na sexta-feira (2), apresenta-se o grupo Esmola Cantada, que teve origem nas festas religiosas de Cachoeira, quando o grupo abençoava os lares com uma cruz de madeira, pedindo donativos e ofertando sambas para retribuir a receptividade. A segunda noite ainda abre espaço para o samba Juventudes do Iguape, que mistura cantigas, violas e som de tambores.

A liderança feminina do Samba de Dona Dalva abre a programação no sábado (3), entoando letras e canções que transformam e afirmam a memória social das mulheres. Em seguida, será a vez do grupo Raiz do Boqueirão fazer sua participação. Atuante há dez anos, a agremiação promete um show com o melhor do samba de roda: “Temos que mostrar o que cada grupo tem de melhor, e de forma coletiva, para que o samba seja cada vez mais valorizado”, enfatiza o coordenador do grupo, Crispim dos Santos, o “Rabicó”.

Encerrando o festival, no domingo (4), a partir das 18h se apresenta o grupo Filhos da Barragem, originário do povoado de Lagoa Encantada e que reúne 15 tocadores, além do samba de roda Suspiro do Iguape, que surgiu em 2005 e, desde então, atua para fortalecer as raízes deixadas pelos ancestrais de seus integrantes.

Agenda

Data: 1º a 4 de dezembro de 2016

‘Horário: de quinta-feira a sábado, às 19, e domingo, às 18h

Local: CAIXA Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, 57, Centro – Salvador (BA).

Outras publicações

‘Mulher com a Palavra’ dará início à programação dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres na Bahia Cartaz anuncia projeto ''Mulher com a Palavra'. A edição de encerramento do ano de 2016 do projeto “Mulher com a Palavra”, que acontecerá no próximo...
CCJ da Câmara Municipal de Salvador aprova auxílio emergência às vítimas de calamidade Reunião da Comissão de Constituição e Justiça e Redação. Foi apresentado e aprovado hoje (29/04/2015) na reunião da Comissão de Constituição e Justi...
Salvador: Moraes Moreira e Davi Moraes apresentam show ‘Nossa Parceria’ Davi Moraes e Moraes Moreira apresentam show em Salvador. Pai e filho apresentam o projeto “Nossa Parceria”, dia (30/07/2016), no Pelourinho. O laço...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br