Salvador: Espetáculo ‘Sobejo’ é o primeiro tralho solo de Eddy Veríssimo

Cena do espetáculo 'Sobejo'.

Cena do espetáculo ‘Sobejo’.

Violência física, psicológica, violência doméstica, violência que machuca o corpo e fere a alma, violência contra a mulher: este é o cerne do espetáculo Sobejo. Primeiro solo da atriz e produtora d’A Outra Companhia de Teatro, Eddy Veríssimo, estreia no ano em que se celebra uma década da Lei Maria da Penha. A peça, escrita e dirigida pelo ator, dramaturgo, diretor, figurinista, e também integrante do grupo, Luiz Buranga, tem pré-estreia na próxima terça-feira, 20 horas no Teatro Vila Velha, no Festival A Cena Tá Preta, e estreia hoje (10/11/2016), na Casa da Outra, às 20 horas na Casa da Outra, seguindo em cartaz até 26 de novembro de 2016, sempre de quinta a sábado.

Sobejo retrata a biografia fictícia da personagem Georgina Serrat, uma dona de casa que depositou a fé sobre sua felicidade no casamento, e como muitas mulheres do nosso tempo tem seus sonhos frustrados pelas agressões de um marido violento. Num misto de flashbacks e depoimentos, vemos uma mulher enclausurada em suas memórias, detalhando um cotidiano cruel e desenrolando uma teia que desemboca num final surpreendente.

A encenação que acontece num estreito corredor da Casa da Outra, no Politeama, e constrói um ambiente caótico como metáfora para o caos presente na cabeça da personagem, e vale-se da ressignificação de objetos para mostrar os diversos ambientes da trajetória da personagem. A montagem tem cenário e figurinos, além da direção e dramaturgia assinados por Luiz Buranga. “Sobejo nasceu da minha necessidade como artista de experimentar processos inversos de composição cênica, de assumir um lugar na direção, de nortear invenções até então não vividas. E o ao fazer este espetáculo, tocamos numa ferida da sociedade coberta de gases e esparadrapos sem cicatrização, que a cada dia sangra mais e colocamos paliativos, maquiamos, colocamos óculos escuros, damos desculpas, suportamos a dor de um grito que não ecoa por muitos motivos: medo, status, dinheiro e a família apesar de tudo”, revela o autor e diretor.

Já Eddy Veríssimo, além de dá vida à Georgina, também assina a produção do espetáculo, embarca em seu primeiro espetáculo solo após integrar o elenco de diversas produções teatrais como Ruína de Anjos (2015), Remendo Remendó (2011), e Arlequim – servidor de dois patrões (2004), montagem de fundação d’A Outra Companhia e que lhe rendeu a indicação ao Prêmio Braskem de Teatro na categoria Melhor Atriz Coadjuvante. “Fazer Sobejo tem sido muito desafiante. É o meu primeiro espetáculo solo e já começo abordando um tema tão caro para as mulheres de todos os lugares, em todos os tempos: a violência a qual nós, mulheres, somos submetidas o tempo inteiro. Mas fazer a peça mostra que precisamos gritar e não nos conformarmos nunca com essa situação”, conta Eddy Veríssimo.

A equipe do espetáculo conta com a direção de movimento de Anderson Danttas, que se vale da ressignificação de objetos para auxiliar a construção da dramaturgia corpórea da atriz. Esse é o mesmo caminho seguido por Israel Barreto, preparador corporal da montagem. A trilha sonora é assinada por Roquildes Junior, que propõe o diálogo entre as referências musicais apresentadas na própria dramaturgia e uma textura urbana e ruidosa, sublinhando o impacto que os seguidos anos de violência causaram a personagem.

O espetáculo estreia no ano em que se celebra os dez anos da Lei 11.340 (Lei Maria da Penha), criada para oferecer mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Sancionada em agosto de 2006, a lei é um dispositivo legal que visa ampliar o rigor das punições de agressores que atentam com violência física ou psicológica contra mulheres ou suas esposas.  A montagem estreia 10 de novembro e segue em cartaz de quinta a sábado, às 20 horas, até 24 de novembro, na Casa da Outra.

Agenda

Onde: Casa da Outra, Centro Comercial Politeama

Quando: de 10 a 26 de novembro de 2016, de quinta a sábado, às 20 horas

Outras publicações

GT do Turismo Náutico se reúne em Salvador Grupo de Trabalho interministerial, coordenado pelo MTur, discute regulamentação do setor. Fiscalização, legislação para permanência de embarcações es...
Salvador: idealizado por Carlinhos Brow, ‘Sarau Kids do Dia das Crianças’ ocorreu no Museu du Ritmo O evento dedicado às crianças teve apresentações de Carlinhos Brown, Saulo, Palavra Cantada, Grupo Tiquequê e Banda Dó Ré Mi Lá. A segunda edição do...
Salvador é sede do 4º Encontro de Inteligência Penitenciária O secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, será um dos palestrantes do 4º Encontro de Inteligência Penitenciária, que acontece nas próximas ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br