Reitoria continua dialogando com estudantes que ocupam a Uefs

Fachada da sede da Reitoria da Uefs.

Fachada da sede da Reitoria da Uefs.

A Reitoria da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) informa que continua dialogando com os estudantes que ocupam o campus universitário desde a noite do dia 1° de novembro. A mobilização estudantil, organizada contra a PEC 241/55-2016 e contra a proposta de reforma do ensino médio, tem sido pacífica.

O acesso à Universidade está viabilizado para pedestres. O Restaurante Universitário e o Centro de Educação Básica (CEB) estão funcionando normalmente. Há servidores trabalhando, em regime especial, realizando atividades essenciais que dependem de prazos para execução.

O calendário acadêmico do semestre 2016.1, conforme decisão do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), teve a contagem de dias letivos suspensa a partir do dia 3 de novembro, quando já haviam sido efetivados 93 dos 100 dias letivos. As atividades a serem desenvolvidas nos 7 dias restantes serão retomadas após o fim da mobilização estudantil em curso.

Na manhã de quarta-feira (09/11/2016), houve a primeira rodada de negociação, seguindo o calendário proposto na pauta do movimento, entregue à Reitoria na última segunda-feira (07). Questões como direitos das minorias na Universidade, o papel da Ouvidoria e as implicações da PEC 55 foram alguns dos pontos discutidos.

Hoje, a pauta da segunda rodada de negociação girou em torno das restrições orçamentárias e seus efeitos sobre o valor de bolsas estudantis, sobre a obra de ampliação do Restaurante Universitário, além do retorno das viagens de campo de graduação.

Outras publicações

Estados e municípios poderão construir creches em escolas que já existem Oferecer educação para crianças de até 5 anos será prioridade nos investimentos da União em estados e municípios. Sem tempo hábil de construir prédi...
Unesco celebra Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais Irina Bokova ressalta que a data é importante para enfatizar o papel fundamental que os livros exercem num mundo em constante evolução; ela afirma que...
Professor defende reorganização do ensino médio para estimular aluno O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já pode ser comparado às provas adotadas por países desenvolvidos para ingresso em universidades, como o S.A.T...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.