Quase 1 bilhão de turistas internacionais viajaram nos nove primeiros meses de 2016

Palácio de Queluz, em Portugal.

Palácio de Queluz, em Portugal.

Barômetro do Turismo Mundial diz que são 34 milhões a mais de passageiros do que no mesmo período de 2015, totalizando um aumento de 4%; na Europa, Portugal obteve um dos melhores desempenhos ao lado da Espanha, da Hungria e da Irlanda.

A Organização Mundial do Turismo informou que 956 milhões de turistas internacionais viajaram entre janeiro e setembro deste ano.

No último Barômetro do Turismo Mundial, a agência da ONU revela que houve um crescimento de 4% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 34 milhões a mais de passageiros.

Percepções

Especialistas da OMT afirmam que o ano começou forte para o turismo internacional, mas desaqueceu um pouco no segundo trimestre, se recuperando somente na segunda parte do ano.

O secretário-geral da agência, Taleb Rifai, afirma que o turismo é um dos setores econômicos mais resilientes e de maior crescimento. Mas ele também está sujeito a riscos e a percepções de crises.

Para Rifai, nenhum destino turístico está imune a problemas. O que precisa ser feito é aumentar a cooperação para lidar com as ameaças globais relativas à segurança. E claro, a produção de planejamento de emergências.

Este é o tema de um Encontro Ministerial sobre Viagens Seguras que será aberto nesta quarta-feira em Londres.

Portugal

Ao contabilizar o crescimento de 2016, a OMT indica que a subida foi puxada pela região da Ásia-Pacífico. O Vietnã obteve um aumento de 36% seguido pela Coreia do Sul com 34%, Japão com 24% e Sri Lanka com 15%.

Já na Europa, as chegadas internacionais aumentaram 2%. Mas países como Portugal, Espanha, Hungria e Irlanda conseguiram todos crescer em mais de dois dígitos. A pior performance ficou com França, Bélgica e Turquia, que foram vítimas de ataques terroristas nos últimos meses.

Caribe e África

Na região das Américas, o aumento foi de 4%. A América do Sul obteve 7% a mais de chegadas se comparado como mesmo período do ano passado, seguida pela América Central com 6% e pelo Caribe e América do Norte com 4%.

Já a África registrou o dobro do crescimento americano. No Oriente Médio, no entanto, houve uma caída de 6% no número de turistas. A performance da região incluindo o Norte da África começou a se recuperar somente no segundo semestre.

Entre os cinco maiores mercados para o turismo internacional estão a China com um aumento de 19%, os Estados Unidos com 9%, o Reino Unido com 10%, e Alemanha e França com 5% e 3%, respectivamente.

No resto do mundo, que obteve um aumento no número de chegadas de mais de 20% estão o Egito com 38% e a Argentina com 27%.

Quando se fala de crescimento nos 10 maiores mercados, a Austrália e a Coreia do Sul despontam como favoritas, seguidas pela Itália.

*Com Informação da Radio ONU.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br