Prefeitura de Feira de Santana contesta matéria do JGB e diz que “não há pagamento antecipado, nem de uma só vez, em aquisição de vale-transporte eletrônico pelo município”

Edital da Prefeitura Municipal de Feira de Santana objeto de matéria no JGB.

Edital da Prefeitura Municipal de Feira de Santana objeto de matéria no JGB.

A prefeitura de Feira de Santana emitiu nota, neste domingo (27/11/2016), contestando a matéria veiculada pelo Jornal Grande Bahia com título ‘Crise não impede Prefeitura de Feira de Santana de transferir, antecipadamente, R$ 27,9 milhões para empresas de transporte público do município’. Na nota, a prefeitura  nega pagamento antecipado de valores às empresas de ônibus.

Confia o teor da nota ‘Não há pagamento antecipado, nem de uma só vez, em aquisição de vale-transporte eletrônico pela Prefeitura de Feira de Santana’

O prestigioso portal feirense de notícias “Jornal Grande Bahia” publica neste domingo (27), notícia sobre o edital de inexigibilidade de licitação de nº n° 751 2016-051, referente a contratação pela Prefeitura Municipal, de créditos eletrônicos de vale-transporte para os seus servidores, para o período de 48 meses. O texto do “Grande Bahia”, no entanto, apresenta informações interpretativas que necessitam do devido esclarecimento.

  1. Em legenda informativa de imagem, na nota, o jornal afirma: “Edital da Prefeitura Municipal de Feira de Santana autoriza transferência, antecipada, de R$ 27,9 milhões para o setor privado”.

Não existe, absolutamente, “transferência antecipada” de valor algum. A divulgação do valor global do contrato, nos procedimentos licitatórios, é uma exigência legal, mas a medida nada tem a ver com a forma de pagamento do estabelecido.

No caso do contrato do Município com as empresas operadoras do sistema de transporte público de Feira de Santana, o pactuado no edital de inexigibilidade será pago mês a mês, como sempre ocorreu, e de acordo com o total de vales adquiridos. Não existe um valor fixo. Por exemplo: caso uma quantidade de servidores, por sua conveniência, venha a abdicar do vale-transporte, o pagamento será proporcionalmente reduzido, não havendo, portanto, necessidade de que se cumpra, ao final dos 48 meses, o valor estimado em edital.

  1. No texto, o “Grande Bahia” ainda afirma que a administração “transfere milhões de reais para empresas privadas de uma única vez, quando poderia faze-lo a cada seis meses”.

Conforme explicado anteriormente, assim como não existe “transferência antecipada”, não há, igualmente, repasse de “milhões de reais para empresas privadas de uma única vez”.

Nem mesmo o valor adquirido em vale-transporte eletrônico para o mês de dezembro foi depositado em conta-corrente das empresas, até o momento. Para tal, é necessário um processo junto a Secretaria da Fazenda, com base no total de vales comprados pelo Município e distribuído em cartão magnético para o funcionalismo para o período específico, Situação que se repetirá ao longo dos 48 meses de duração do contrato.

Feitos os esclarecimentos, rogamos ao veículo, em ocasiões futuras semelhantes, que possa enriquecer o seu texto, como costumeiramente faz, com as explicações de fontes governamentais habilitadas, evitando lapsos de informações e de opiniões que não acrescentam aos princípios que tanto a gestão pública quanto o importante jornal defendem em suas atividades.

Temos a convicção, aliás, de que o “Grande Bahia” mantém o devido respeito pelas práticas decentes e adequadas adotadas pela administração, também, no que diz respeito a aplicação austera e responsável dos recursos públicos, como é do notório conhecimento e aprovação da sociedade de Feira de Santana e destaque na Bahia.

Prefeitura Municipal de Feira de Santana

Outras publicações

Prefeitura de Feira de Santana divulga lista pré-selecionados dos Festivais Gospel e Vozes da Terra Pré-selecionados dos Festivais Gospel e Vozes da Terra. Foram realizadas ontem, (03/11/2016), às 17h, no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitomb...
Prefeito de Feira de Santana decreta luto oficial e diz que com a morte de Eduardo Campos “país perde um político brilhante” Eduardo Campos e José Ronaldo de Carvalho. Prefeito lamenta morte do presidenciável. O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, decre...
Feira de Santana: moradores do Distrito de Ipuaçu querem Policlínica 24hs Em Feira de Santana, moradores do Distrito de Ipuaçu defendem investimento no setor da saúde. Moradores do distrito de Ipuaçu, em Feira de Santana, ...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.