Os plugues de energia dos novos eletrodomésticos

Plugues para tomadas de energia podem ser de 10 ou 20 amperes.

Plugues para tomadas de energia podem ser de 10 ou 20 amperes.

A compra de um novo eletrodoméstico nem sempre é bem-sucedida. Isso porque não é dada atenção a algo indispensável: o plugue do aparelho. Segundo Hilton Moreno, engenheiro eletricista do Programa Casa Segura do Instituto Brasileiro do Cobre (Procobre), é recorrente o consumidor, depois de adquirir um bem sentir-se frustrado ao perceber que o plugue do aparelho novo não encaixa na tomada que ele tem em casa. “Seria uma atitude simpática de fabricantes e revendedores de eletrodomésticos e portáteis identificar claramente se o plugue da tomada do equipamento é de 10 A ou 20 A”, diz o especialista.

Para estar alerta na hora da compra e na utilização do aparelho, Moreno relaciona cinco pontos de atenção.

1 – Reconhecimento do Plugue

Boa parte dos aparelhos eletroeletrônicos, aqui incluídos televisores, aparelhos de som, liquidificadores, batedeiras, furadeiras, telefones sem fio, possuem plugues de 10 A (ampères). “Ampères representa a intensidade de uma corrente elétrica e o ideal é que ainda antes da compra essa informação seja dada ao consumidor. Quando esse não é o caso, para descobrir a corrente (popularmente chamada de “amperagem”) de um eletrodoméstico, basta dividir a potência (watts) pela tensão (volts)”, explica Moreno. Outra forma de identificar a corrente é a observação do plugue. Os pinos dos plugues de 20 A têm diâmetro maior – são mais grossos – do que os de 10 A e mais usuais em eletrodomésticos de maior potência, como fritadeiras sem óleo, microondas, secadoras de roupas, aparelhos de ar-condicionado, ferros de passar roupas e alguns modelos de secadores de cabelo.

2 – Plugue de 20 A requer tomada de 20 A

Em razão do diâmetro maior dos pinos dos plugues de 20 A, não é possível encaixá-los nas tomadas de 10 A. Tentar forçar esse encaixe não é uma atitude prudente, assim como tentar resolver o problema com um adaptador com entrada de 20 A e saída de 10 A. “Esses adaptadores não são certificados!”, sentencia Moreno. Além de risco de queima do adaptador, da tomada e do aparelho, há perigo de choque elétrico e de curto-circuito, que comprometa toda a instalação elétrica da residência, afirma o consultor do Programa Casa Segura, do Procobre. “Os adaptadores poderão aquecer além de seu limite ao longo do tempo, derreter ou mesmo ser fonte de incêndios, causando danos ao imóvel e colocando em risco a integridade dos moradores da casa.”

3 – Fiação apropriada para o plugue de 20 A

A determinação da bitola apropriada dos condutores elétricos dos circuitos que alimentam as tomadas depende de alguns aspectos, tais como a potência dos aparelhos que serão ligados e o comprimento da fiação. Em algumas situações específicas, a bitola dos fios que alimentam tomadas de 10 A pode até ser a mesma de tomadas de 20 A, mas isso não é uma regra fixa. Esse cálculo deve ser realizado caso a caso por um profissional qualificado. O certo é que, conforme norma da ABNT, a bitola mínima de qualquer circuito que alimenta tomadas é 2,5 mm2.

4 – Segurança no uso de aparelhos com plugue de 20 A

Quando um eletroeletrônico possui um plugue de 20 A, a única maneira segura de mantê-lo funcionando sem correr o risco de choque ou incêndio é a troca da tomada de 10 A pela tomada de 20 A. É fácil fazer a substituição e indispensável o cuidado de desligar o quadro geral de força antes de fazer a troca. Também deve ser verificada se a bitola dos fios que chegam na tomada é adequada para o novo aparelho ou também precisará ser trocada.

5 – Plugue de 20 A com três pinos

O terceiro pino de um plugue corresponde ao condutor de proteção (“fio terra”). Por norma, todas as tomadas precisam ter três furos, mas os plugues podem variar e ter dois ou três pinos. Essa variação no número de pinos do plugue depende da classe de proteção do aparelho contra choque elétrico. Aparelhos ditos blindados, isto é, que possuem dupla isolação interna contra choques elétricos, possuem apenas dois pinos no plugue. Os que possuem apenas uma isolação interna trazem o terceiro pino no plugue para encaixe no terceiro furo da tomada. Nesses aparelhos com três pinos, sob nenhuma circunstância, o terceiro pino deve ser removido ou inutilizado. Isso anularia a proteção do eletrodoméstico contra choques e deixaria o usuário exposto ao risco.

Sobre o Procobre

O Programa Casa Segura é uma iniciativa do Procobre (Instituto Brasileiro do Cobre), instituição sem fins lucrativos que faz parte da Internacional Copper Association (ICA). Líder mundial na promoção do cobre, metal que sempre se fez presente na evolução das civilizações, o Procobre tem como missão difundir informações sobre os atributos técnicos e científicos do cobre, gerar pesquisas, desenvolver processos e produtos tecnológicos e criar novos usos para o metal. Seus dois maiores desafios são posicionar a indústria do cobre como um setor fundamental para responder às necessidades da sociedade e posicionar o cobre como um material que atende às preocupações do desenvolvimento sustentável.

Outras publicações

Parque Tecnológico da Bahia é tema de palestra em congresso de engenharia. Coordenador executivo do Parque vai falou nesta quarta-feira em Feira de Santana O Parque Tecnológico da Bahia foi tema de palestra nesta quarta-feira (11/07/2012), no II Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental. O Pa...
Parque Tecnológico da Bahia terá laboratório de pesquisa em energia solar. Convênio entre a SECTI e a COELBA foi assinado nesta quarta-feira, dia 20 Um laboratório de pesquisa para desenvolver tecnologias de aproveitamento da radiação solar para a produção de energia elétrica será uma das novidade...
Governo da Bahia inaugura primeira etapa do Parque Tecnológico Governo da Bahia inaugura primeira etapa do Parque Tecnológico. O Governo do Estado inaugura, nesta quarta-feira (19/09/2012), às 9h, o Tecnocentro,...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br