Morangos de Barra da Estiva são destaque no Bahia Rural Contemporânea

Produtor de morango apresenta qualidade da fruta.

Produtor de morango apresenta qualidade da fruta.

Os visitantes da VII Feira Bahia da Agricultura Familiar, Economia Solidária e Reforma Agrária (VII FEBAFES), evento que integra o Bahia Rural Contemporânea, poderão conhecer, degustar e adquirir os morangos produzidos pela agricultura familiar em Barra da Estiva, no Território de Identidade Chapada Diamantina, até o próximo domingo (04/12/2016), no Parque de Exposições de Salvador, em paralelo à 29ª FENAGRO.

O município vem se tornando referência no cultivo deste fruto, que é apreciado pelo seu aroma peculiar, sua cor vermelha brilhante e a textura suculenta. Dados da Secretaria Municipal de Agricultura de Barra da Estiva (Semagri) apontam uma produção diária de morango de 8 a 10 toneladas, que envolve, no cultivo, 325 agricultores.

“A Chapada é uma boa referência na produção de morango e Barra da Estiva vem se destacando. A estimativa é que por dia, com o cultivo desse fruto, seja movimentado cerca de R$ 100 mil, podendo chegar a R$ 3 milhões por mês. Lembrando que todo esse potencial de produção, é resultado do trabalho de agricultores familiares”, salienta o secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues.

O técnico agrícola, Adelmo Oliveira, presta o serviço de assistência técnica aos agricultores que trabalham com o morango e conta que “a região tem potencial para produção, pois possui um clima frio e boa altitude para uma alta produtividade do fruto”. Segundo Oliveira, o quilo do morango varia entre R$ 5 a 10, o que garante uma boa renda aos produtores, “tem gente que plantava café e agora investe no morango, porque hoje, quem tem de 4 a 6 mil pés de plantados, com comercialização in natura e congelada, alcança uma renda mensal de mais de R$ 5 mil”, explica.

Transformação

A história de superação do presidente da Associação dos Produtores de Morango e Hortifrutis da Chapada Diamantina (ASPROMH), Denevaldo Carvalho Cruz é conhecida pelos agricultores do município de Barra da Estiva. Ele, que antes viajava para São Paulo, para trabalhar e garantir o sustento da família, apostou na cultura do Morango e hoje sobrevive da produção de sua roça.

“Não foi fácil no início, tinha aquelas pessoas que me chamavam de louco, mas eu sempre confiei e fui otimista. O resultado está aí, com a autorização do Governo Rui Costa vamos construir no município a Primeira Unidade de Beneficiamento de Morango”, comemora Denevaldo, referindo-se ao investimento de R$ 383,8 mil autorizado pelo Governo do Estado, para a implantação de uma Agroindústria em Barra da Estiva, que vai garantir a qualidade pós-colheita do morango comercializado in natura, reduzindo perdas para os produtores.

Outras publicações

Salvador | ‘Selvagens à Procura de Lei’ fazem show em Salvador no Portela Café Banda Selvagens à Procura de Lei. Banda cearense é destaque no cenário rocker nacional, com disco lançado pela Universal Music; show acontece. Salva...
SRTE/BA faz treinamento de Saúde e Segurança no Trabalho para líderes de cordeiros Assuntos como prevenção aos acidentes de trabalho e as leis de contratação foram abordados no Seminário. A Superintendência Regional do Trabalho e Em...
Hemoba realiza coleta de sangue em Mussurunga A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) realiza a primeira coleta externa de sangue de 2010 com o Hemóvel nestas terça e quarta-feir...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br