Ministro Gilmar Mendes prorroga prazo de investigações sobre senador Aécio Neves

Senador Aécio Neves é investigado por possível envolvimento em atos de corrupção no Caso Lava Jato.

Senador Aécio Neves é investigado por possível envolvimento em atos de corrupção no Caso Lava Jato.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes autorizou hoje (23/11/2016) a prorrogação do prazo das investigações da Polícia Federal sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG). No inquérito que tramita na Corte, o parlamentar foi acusado pelo ex-senador Delcídio do Amaral de tentar interferir nos trabalhos da extinta Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, criada em 2005 para investigar as denúncias do mensalão.

No despacho, Gilmar Mendes afirmou que “houve atraso no desenvolvimento das investigações”, porque três testemunhas que estavam previstas para prestar depoimentos ainda não foram ouvidas. Mendes também determinou que a Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República (PGR) cumpram os prazos da investigação.

“Ficam a Autoridade Policial e o Ministério Publico Federal instados a observar os prazos de tramitação nesta e em todas as investigações supervisionadas por este relator”, decidiu o ministro.

As investigações são baseadas em um dos depoimentos do ex-senador Delcídio do Amaral, em colaboração com a Justiça. De acordo com Delcídio, em 2005, durante os trabalhos da CPMI dos Correios, o senador Aécio Neves, então governador de Minas Gerais, “enviou emissários” para barrar quebras de sigilo de pessoas e empresas investigadas, entre elas o Banco Rural.

Outras publicações

Presidente do Supremo Tribunal Federal rejeita recursos do mensalão que pediam revisão do julgamento Joaquim Barbosa: “Não há como concluir, portanto, que esses embargos infringentes se prestem simplesmente a abrir espaço à mera repetição de julgamen...
Juiz Sérgio Moro aceita denúncia em que ex-deputado Eduardo Cunha é acusado de manter contas na Suíça O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações em primeira instância da Operação Lava Jato, decidiu na quinta-feira (13/10/2016) dar prosseguimen...
TCU diz que cartel de 16 empresas fraudou licitações da refinaria Abreu e Lima Vista aérea das obras da Refinaria Abreu e Lima (RENEST), em Pernambuco. Um grupo de 16 empresas e três ex-dirigentes da Petrobras terão que prestar...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br