Governo Temer aponta para aumento de mortes no campo com extinção da Ouvidoria Agrária, diz deputado Valmir Assunção

Deputado federal Valmir Assunção comenta sobre aumento da violência no campo.

Deputado federal Valmir Assunção comenta sobre aumento da violência no campo.

A notícia da extinção da Ouvidoria Agrária Nacional, vinculada ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), causou indignação a todos os agricultores familiares, assentados de reforma agrária e de movimentos sociais de luta pela terra no país. Nesta quinta-feira (24/11/2016), o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) confirmou a informação e apontou que o governo de Michel Temer (PMDB) “não se preocupa com o aumento do número de mortes devido a conflitos agrários existentes no Brasil”.

“Com a exoneração dos servidores da Ouvidoria Agrária Nacional, a extinção está confirmada. É o sinal que Temer dá para o aumento das mortes de camponeses. Conflitos estabelecidos pela concentração da terra, que antes tinham um lugar de mediação extrajudicial, agora ficam descobertos e sem a atenção do Estado. Temer abre a porteira para a ação de pistoleiros a mando do latifúndio”, dispara Valmir.

Criada no governo de Fernando Henrique Cardoso (FHC), a Ouvidoria Agrária foi instituída pelo Decreto Federal 7.255, com o objetivo de prevenir e mediar os conflitos agrários na zona rural. De acordo com Assunção, a falta de segurança no campo só deve aumentar com a medida.

“Segundo dados da CPT, o ano de 2015 registrou o maior número de assassinatos em conflitos no campo dos últimos 12 anos, 50 assassinatos, 14 a mais que no ano anterior, quando foi registrado o assassinato de 36 pessoas. 47 destes assassinatos ocorreram no contexto de conflitos por terra, 1 em conflitos trabalhistas e 2 em conflitos pela água. Esses números já são altos e sem a atuação da ouvidoria, podem aumentar”, completa o parlamentar petista.

Outras publicações

Procurador da República diz que anistia a Caixa 2 é reação de investigados na Lava Jato Procurador Deltan Dallagnol defende a criminalização do caixa 2 e diz que uma eventual decisão do Congresso anistiando a contabilidade paralela de ca...
Operação da Draco Bahia captura advogada que atuava em organização criminosa, informa SSP Policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado da Bahia (Draco) prenderam, na tarde desta terça-feira (30/08/2016), a advogada Rebeca Cris...
⁠⁠⁠Deputado Arthur Maia critica decisão do STF e defende vaquejada Proibição da Vaquejada viola tradição cultural. O deputado Arthur Maia criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal que considerou ilegal a prátic...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br