Governo da Bahia participa de audiência pública sobre VLT

Secretário Bruno Dauster participa de evento.

Secretário Bruno Dauster participa de evento.

A requalificação do subúrbio de Salvador, pensada a partir de investimentos em desenvolvimento social e econômico da região, foi o tema central do debate da audiência pública sobre a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT): Valorização do Cidadão do Subúrbio de Salvador, que aconteceu na noite dessa segunda-feira (28/11/2016), no auditório do Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador.

Representando o governo do Estado, o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, compôs a mesa ao lado do diretor da Companhia de Transportes do Estado da Bahia, Eduardo Copello, dos vereadores Palhinha, Hélio Ferreira, da vereadora eleita, Marta Rodrigues, da deputada estadual, Maria Del Carmen, e da representante da União Por Moradia, Marli Carrara. O ato, que foi realizado por iniciativa do vereador Trindade, contou com a participação da sociedade civil.

Na apresentação do projeto do VLT, Bruno Dauster destacou que o modal irá abrir novas possibilidades de progresso para o subúrbio, chamando atenção para as transformações que ocorrerão ao entorno do empreendimento, e ressaltou que o Governo quer “demonstrar a confiabilidade que os moradores do subúrbio de Salvador merecem, levando um meio de transporte de massa seguro, confortável e tão eficiente quanto o metrô”. Além disso, evidenciará uma região tão bonita da Baía de Todos os Santos, “atraindo mais estabelecimentos comerciais, hotéis e restaurantes, gerando mais emprego e renda”, afirmou.

Em termos de mobilidade, investimentos já vêm sendo realizados na intenção de atender a demanda da região, além do VLT, a integração do subúrbio através das linhas azul e vermelha, e da implantação do sistema de BRT nessas vias, consolidam os esforços para oferecer maior qualidade de vida para os moradores da região, com menos engarrafamentos e deslocamentos mais rápidos.

“Essas ações ajudam a fortalecer o subúrbio, aproximando a outras áreas da cidade, além de potencializar o seu comércio, a geração de emprego e o desenvolvimento. O VLT vem para valorizar e garantir o devido respeito à população” declarou Dauster.

Com foco na questão econômica local, o vereador Hélio Ferreira defendeu que as audiências públicas precisam “contar com a participação ativa dos grandes e pequenos empresários da região” e chamou atenção para a “criação de novos postos de trabalho para possíveis demissões de rodoviários”.

Diante as manifestações realizadas, o secretário Dauster assumiu o compromisso de manter dialogo aberto a todas as categorias interessadas e garantiu: “havendo contratação no VLT ou no metrô construiremos as possibilidades para a contratação de rodoviários, se eventualmente forem demitidos”. E ainda noticiou que estudos estão sendo realizados para solucionar os problemas no transporte de mercadorias para a Feira de São Joaquim.

VLT- Com 19 km de extensão, o equipamento ligará o Comércio até Av São Luiz, em Paripe. No trajeto, serão realizadas 21 paradas, facilitando a locomoção da população que transita pela região. Com capacidade de transportar 100 mil passageiros/dia, o modal realizará viagens de 35 a 40 minutos, de um extremo a outro, otimizando o tempo gasto pelos usuários do transporte. Investimento de R$ 1,5 bilhão, num regime de Parceria Público-Privada (PPP).

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br