Governador Rui Costa vistoria obras de requalificação urbana no Centro Antigo de Salvador

Governador Rui Costa visita as obras de requalificação de vias do Centro Antigo de Salvador.

Governador Rui Costa visita as obras de requalificação de vias do Centro Antigo de Salvador.

As obras de requalificação e pavimentação de vias urbanas que estão sendo realizadas no bairro 2 de Julho, no centro de Salvador, são vistoriadas, na segunda-feira (21/11/2016), pelo governador Rui Costa. O bairro do 2 de Julho compõe, junto com o Centro, Politeama e parte de Nazaré, o lote 2, já em obras, parte do Projeto pelas Ruas do Centro Antigo, formado ao todo por cinco lotes já em execução. Os serviços estão sendo realizados pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).

Hoje (21), o governador confere as obras que estão sendo realizadas nas ruas Areal de Baixo, Visconde de Mauá e Manoel Vitorino. Rui Costa realiza também vistoria nos serviços que já foram concluídos nas ladeiras da Montanha, Conceição da Praia, Misericórdia, Santa Thereza e Preguiça e nas ruas do Sodré, do Pau da Bandeira, Areal de Cima e Democrata.

Estão sendo investidos R$42,9 milhões para a requalificação urbana de 80 ruas neste lote. Mais de 260 ruas de 11 bairros do Centro Antigo serão contempladas em toda região, somando investimento da ordem de R$ 124 milhões.

Acessibilidade

O projeto Pelas Ruas do Centro Antigo é uma das primeiras grandes obras brasileiras de urbanização que segue as normas de acessibilidade e o desafio de implantar melhorias na infraestrutura urbana em ruas antigas. A proposta é recuperar vias e passeios, com obras de pavimentação e requalificação, abrangendo calçadas, ladeiras e retirada da fiação área em alguns pontos, a exemplo da Rua Chile e Rua Direita do Santo Antônio.

Aos poucos, as calçadas danificadas, obstáculos para quem quer circular pela região do Centro Antigo de Salvador, estão sendo alargadas, ganhando rampas de acessibilidade, piso tátil, travessias para pedestres, 13 km de ciclofaixas, além de faixa de serviços ao longo do passeio, onde deverão ser alocados postes, lixeiras e dispositivos de sinalização para facilitar o acesso de pedestres e pessoas com necessidades especiais.

 Estudo

Antes da elaboração do projeto, um estudo realizado na área para diagnóstico da situação das ruas do Centro Antigo indicou a necessidade de recuperação de vias e passeios, com obras de pavimentação e requalificação, abrangendo calçadas, ladeiras e retirada de fiação aérea em alguns pontos, a exemplo da Rua Chile e Rua Direita do Santo Antônio. O objetivo é valorizar o patrimônio histórico e melhorar a acessibilidade.

A fiação aérea, por exemplo, prejudica a visão do conjunto arquitetônico local, formado por casas dos séculos XVII, XVIII e XIX. Por isso, será implantada uma nova estrutura subterrânea, por onde passarão as redes de energia elétrica, telefonia e internet.

Abrangência

No lote 1, formado pelos bairros do Comércio e Calçada, estão sendo investidos R$ 28,2 milhões na execução dos serviços em 55 vias. Os bairros do Centro, 2 de Julho, Nazaré e Politeama compreendem o lote 2 – incluindo a Rua Chile – onde o governo investe R$ 42,9 milhões na melhorias da infraestrutura urbana em 80 ruas.

No lote 3, local onde o projeto foi iniciado, estão sendo requalificadas 84 vias nos bairros da Saúde, parte do Santo Antônio Além do Carmo, Barris e Tororó, com recursos de R$ 26,3 milhões. Oito ruas do Santo Antônio Além do Carmo formam o lote 4, incluindo a vala técnica na Rua Direita, com investimento de R$ 5,6 milhões.

O lote 5 é formado por 40 vias dos bairros do Barbalho, Macaúbas, Soledade e Lapinha. Neste lote, estão sendo aplicados R$ 12,04 milhões.

Centro Histórico e Antigo

O Centro Histórico de Salvador (CHS) é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), desde 1984, e, a partir de 1985, foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como Patrimônio da Humanidade. Com 0,8 km², a delimitação do Centro Histórico inicia próximo ao Mosteiro de São Bento e segue até o Forte Santo Antônio Além do Carmo.

Já o Centro Antigo da capital é uma área de 7 km², que inclui em sua extensão territorial onze bairros da capital baiana como Centro, Barris, Tororó, Nazaré, Saúde, Barbalho, Macaúbas, parte do espigão da Liberdade, Santo Antônio e Comércio, além do Centro Histórico.

Outras publicações

Ludmillah Anjos apresenta repertório do seu mais novo CD Ludmillah Anjos lança repertório. Sábado é dia de ouvir os hits das divas da música no Red River ​Café. A noite do dia 5 de setembro de 2015 será co...
Programa reforça enfrentamento ao crack na Bahia Governo da Bahia investe em tecnologia para combate ao crack. A partir desta quarta-feira (01/10/2014), as ações de prevenção e enfrentamento ao uso...
Salvador: Paróquia de Nossa Senhora dos Alagados é a primeira do mundo a adotar nome ‘São João Paulo II’ Paróquia de Nossa Senhora dos Alagados em Salvador. Uma pequena igreja de Salvador (Bahia) se tornou a primeira do mundo a adotar o nome "São João...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br