Feira de Santana: denúncia gera debate entre líder do governo e oposicionista

Vereador José Carneiro Rocha requisitou que fosse constado em ata “a afirmação do edil Edvaldo Lima de que os três poderes Judiciário, Executivo e Legislativo são corruptos”.

Vereador José Carneiro Rocha requisitou que fosse constado em ata “a afirmação do edil Edvaldo Lima de que os três poderes Judiciário, Executivo e Legislativo são corruptos”.

Edvaldo esclarece pronunciamento que fez na tribuna da Câmara

Em discurso na sessão da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta segunda-feira (31/10/2016), o vereador Edvaldo Lima (PP) negou que teria pedido, durante pronunciamento na semana passada, ao povo que perdoasse os corruptos. Segundo ele, sua fala se referiu aos três poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, “que estão corrompidos” e que, em vista disso, seus membros devem pedir perdão à população brasileira, para que o país possa caminhar com harmonia.

“Quem não sabe que os três poderes desta nação estão corrompidos? Eles não fazem o papel que devem fazer para a sociedade; brigam entre si e o povo que paga a conta”, disse.

Edvaldo parabenizou o site Rota da Informação, do radialista Osvaldo Cruz, por ter colocado a realidade do que foi dito por ele na tribuna da Câmara Municipal, diferentemente de outros meios de comunicação, que teriam distorcido a sua fala. A matéria foi publicada no dia 26 de outubro e tem como título “Edvaldo Lima propõe que políticos corrutos peçam perdão a sociedade para o país ter um recomeço”. (http://rotadainformacao.com.br/?p=48778).

O pepista acrescentou: “distorceram a minha fala. Colocaram como se eu tivesse falado para os corruptos pedirem perdão ao povo e que eles deveriam ser perdoados. Não foi isso que eu disse, gostaria que os que colocaram dessa forma refizessem as suas matérias. Peguem o áudio e ouçam o que eu falei”, pediu.

Sobre os corruptos, Edvaldo destacou que eles têm que pagar pelos seus erros, e não serem perdoados.

José Carneiro chama atenção de Edvaldo Lima sobre “declarações equivocadas”

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta segunda-feira (31/11/2016), o líder do Governo, vereador José Carneiro (PSDB), rebateu as declarações do edil Edvaldo Lima (PP) sobre corrupção e atuação dos três poderes Judiciário, Executivo e Legislativo.

O líder governista iniciou o discurso solicitando autorização ao presidente da Casa da Cidadania, vereador Reinaldo Miranda (PHS), para que fosse constado em ata “a afirmação do edil Edvaldo Lima de que os três poderes Judiciário, Executivo e Legislativo são corruptos”.

Em sua opinião, mais uma vez, o pepista se equivocou, ao tentar transmitir o seu pensamento. José Carneiro recomendou a Edvaldo que tomasse mais cuidado com as declarações proferidas na tribuna.

“Vossa Excelência não foi nítido quando disse aqui que o povo brasileiro deveria perdoar aqueles que estão presos por corrupção”, declarou o líder governista, afirmando que, além da gravação do pronunciamento, os vereadores e os profissionais de imprensa que cobrem os trabalhos legislativos são testemunhas do que foi dito pelo pepista.

Carneiro informou também que, durante um aparte, declarou que os corruptos deveriam sim permanecer presos, em vez de serem anistiados, como sugere Edvaldo.

No que concerne ao Judiciário, o líder governista indagou: “o que seria deste país se não tivéssemos um Judiciário decente? O que seria deste país se o Poder Judiciário não intervisse na safadeza, na roubalheira, nesse rol de corrupção que se instalou no país? Graças ao Poder Judiciário que o povo brasileiro ainda tem esperança viva de dias melhores, porque se não existisse um juiz federal com a coragem e a decência de Sérgio Moro, o que seria deste Brasil?”.

Para ele, o Brasil vive “um mar de lamas” porque o dinheiro público foi desviado por um governo constituído de políticos que o povo brasileiro depositava confiança para enfrentar a corrupção e, consequentemente, fomentar o desenvolvimento do país.

O edil disse, por exemplo, que “o ex-presidente Lula era, sem dúvida, um símbolo de alguém que combatia a corrupção, era a imagem de um homem digno, sério e que jamais iria permitir que alguém botasse a mão no patrimônio do povo brasileiro, mas de repente as coisas aconteceram, exatamente nos governos daqueles que nós brasileiros não acreditámos que eles fossem permitir que tais absurdos viessem acontecer”.

José Carneiro acrescentou: “antes do PT assumi o poder neste país, era, sem dúvida, a esperança viva do povo brasileiro em acabar, em definitivo, em banir da vida pública esses ladrões e corruptos, mas, infelizmente, não foi isso que aconteceu”, lamentou o vereador, citando casos de desvio de dinheiro público na Petrobras.

Em aparte, Edvaldo Lima disse que têm pessoas sérias no Judiciário, mas também há magistrados sendo investigados, a exemplo do ex-procurador-geral de Justiça do Piauí e mais duas pessoas de sua família, segundo o vereador, foram presos pela Polícia Federal, por suspeita de corrupção.

“A Vossa Excelência [José Carneiro] não leu também que, alguns meses atrás, em São Paulo, o presidente do Judiciário foi afastado também por corrupção? Então, Vossa Excelência não está lendo os jornais. Se a Vossa Excelência tivesse lido, Vossa Excelência iria ver que os poderes estão corrompidos; é a corrupção que está trazendo mal para a nação brasileira, eles precisam pedir perdão para o povo brasileiro sim”, declarou Edvaldo.

Também em aparte, o vereador Alberto Nery (PT) se pronunciou sobre o assunto. “Nós não podemos generalizar que todos os poderes sejam corruptos, como também, até o presente momento, nós não temos nada para provar contra o ex-presidente Lula”.

O petista afirmou ainda que os poderes Judiciário, Executivo e Legislativo   há pessoas envolvidas em corrupção, mas, graças às pessoas sérias, as irregularidades estão sendo apuradas.

“Edvaldo pediu que os corruptos fossem anistiados neste país. Eu acho que o povo precisa conhecer os corruptos e eles têm que perder seus direitos, sejam políticos, sejam jurídicos, sejam o que for, o povo clama por isso”, disse Nery.

Novamente com o uso da palavra, José Carneiro afirmou que o povo brasileiro já está anistiando os corruptos, salientando que, nas eleições municipais deste ano, referente ao segundo turno, o Partido dos Trabalhadores concorreu em sete cidades e perdeu em todas, “não fez um prefeito”.

Outras publicações

Feira de Santana: Encontro com o Presidente avalia mandato e processo eletivo de 2016 Profissionais da imprensa participam de encontro com o presidente Reinaldo Miranda (Ronny). O Encontro com o Presidente desta quarta-feira (14/09/20...
Eleições 2016 – Feira de Santana: durante encontro com a imprensa, presidente da Câmara Municipal apresenta avaliação do processo eletivo Vereador vereador Reinaldo Miranda (Ronny, PHS). O Encontro com o Presidente do mês de outubro de 2016 teve como principal assunto o resultado das e...
Feira de Santana: vereador David Neto denuncia: “empresa prestou serviço ao Governo Municipal e não recebeu pagamento” David Evangelista Leite Neto (David Neto). Durante discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta terça-feira (18/10/2016), o ve...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br