Vereador Edvaldo Lima comenta audiência pública sobre Plano Municipal da Educação de Feira de Santana

Edvaldo Lima dos Santos.

Edvaldo Lima dos Santos.

Nesta quarta-feira (30/11/2016), durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) fez algumas observações a respeito da audiência pública realizada na tarde de ontem, no plenário da Casa da Cidadania, para debater o Plano Municipal de Educação.

“Quero parabenizar a vereadora Eremita Mota, que ontem na audiência pública demonstrou um equilíbrio muito grande para conduzir a audiência, que não foi fácil, até pedi que suspendesse imediatamente, pelos ataques que os vereadores receberam na audiência pública”, afirmou.

O edil parabenizou ainda o líder do Governo na Câmara pela postura que teve durante o debate. “Quero parabenizar o vereador José Carneiro Rocha, que, com muita segurança,  colocou seu posicionamento nesta Casa. Nunca esperava que ele tivesse essa postura, por isso quero parabenizá-lo, mostrando que os vereadores desta Casa são vereadores eleitos pelo povo e representam à população de Feira e, por isso, não podem receber tanta humilhação. Foi humilhante algumas pessoas tentando humilhar os vereadores, intimidar, mas observei que os vereadores não se deixaram ser levados e levantaram a voz para que se fizessem entender”, disse.

Edvaldo Lima acredita que, pelo menos, dez páginas do Plano Municipal de Educação não deveriam estar presentes, uma vez que tratam da sexualidade.

“Um projeto que vem trazer 10 páginas, que eu acompanhei, só falam do ensinamento da sexualidade e da ideologia de gênero. O resumo do Plano da Educação é para tirar o foco das matérias que são necessárias, para serem ensinadas nas escolas ideologia de gênero”, criticou.

Segundo o vereador, algumas das pessoas presentes na audiência também direcionaram o discurso para questões religiosas. “Não viemos discutir nem buscar por religião, que cada um sabe da sua; viemos discutir o Plano Municipal de Educação para Feira de Santana, que deve mostrar as metas para educação. Não vim aqui falar de religião, foi uma coisa direcionada, vários deles que chegaram aqui foram para criticar os evangélicos”, lamentou.

Em aparte, o vereador José carneiro (PSDB) ressaltou que quando o projeto for discutido na ordem do dia fará algumas colocações a respeito do plano. “Sei que não é o momento oportuno para discutir  o projeto, mas em relação à meta 22, eu não sou favorável que elimine 100%, mas algumas questões vamos ter que excluir”, avisou.

Em seguida, Edvaldo Lima concluiu o pronunciamento parabenizando Justiniano França (DEM), que também teve um papel importante na referida audiência pública, acalmando os ânimos, para que os embates não tivessem um desfecho negativo.

Outras publicações

Feira de Santana: vereador Alberto Nery critica “truculência” de prepostos do Município com ambulantes Alberto Nery: O prefeito, que o povo de Feira de Santana escolheu com mais de 71% dos votos, na tarde de ontem, já iniciou a mostrar a sua truculênci...
Vereador quer informações da PF sobre investigações de cooperativas que atuam em Feira de Santana Vereador Ewerton Carneiro (Tom) quer informações sobre cooperativas. O vereador Ewerton Carneiro – Tom (PTN), em discurso proferido na tribuna da Ca...
Greve na UESB continua e assembleia avaliará proposta do governo Professores e estudantes tensionam com Rodesp. Os professores das Universidades Estaduais da Bahia arrancaram proposta do governo para a avaliação d...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br