Diárias pagas pelo IFBA aos diretores de campus ultrapassam R$ 180 mil

Relação de diárias pagas aos diretores de campus do IFBA.

Relação de diárias pagas aos diretores de campus do IFBA.

A gestão do Instituto Federal da Bahia (IFBA) cancelou reuniões do Conselho Superior da instituição (CONSUP) sob a justificativa de falta de recursos. No entanto, o Instituto tem investido altíssimo em despesas com diárias para os dirigentes de campus, a informação é do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE-IFBA). Segundo o sindicato, para dar uma ideia, somente em 2015, o IFBA gastou cerca de R$ 184 mil em diárias para os diretores. Um dirigente chegou a receber quase R$ 20 mil. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência.

Outro fato que a comunidade tem denunciado, segundo o Sinasefe, é a realização de reuniões do Colégio de Dirigentes (CD) do IFBA, órgão meramente consultivo, em detrimento das reuniões do CONSUP, órgão máximo da instituição. Se não há dinheiro para o Conselho, como há recursos para as reuniões do CD? Questiona o sindicato.

Como estratégia política, a gestão do IFBA tem tentado desarticular o Conselho Superior, pois a oposição ganhou 100% dos cargos titulares na última eleição, o que deixou a Reitoria sem a maioria. Outra manobra do reitor Renato Anunciação foi retirar o Sinasefe – Ifba do CONSUP para reconquistar artificialmente uma maioria rejeitada pela comunidade, denúncia sindicato.

“Queremos que a democracia mostrada nas urnas na eleição para o CONSUP se consume de fato, pois o que a gestão do IFBA tem feito é imoral, arbitrário, antissindical e merece toda a nossa revolta. Não podemos permitir que essas estratégias escusas utilizadas pelo reitor se repitam e o CONSUP enfraqueça. Cabe a cada servidor e ao SINASEFE-IFBA pressionar a gestão para o cumprimento da lei, o tratamento transparente das informações e o respeito ao nosso órgão superior e à democracia”, indica o coordenador geral do Sindicato, Ronaldo Naziazeno.

Outras publicações

UNESCO | O Brasil está entre os 53 países que ainda não atingiram e nem estão perto de atingir os Objetivos de Educação para Todos até 2015 Capa do Relatório sobre educação produzido pela UNESCO, com tema: Ensinar e aprender: alcançar a qualidade para todos. A educação é um direito human...
Eleições 2014 – Bahia: presidente do TCM entrega ao TRE lista de gestores com contas rejeitadas O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, entregou nesta segunda-feira (07/07/2014) ao presiden...
Bahia agora pode contratar empréstimo de US$ 700 milhões junto ao BIRD para desenvolvimento de políticas públicas Crédito externo junto ao BIRD será destinado, dentre outros, à inclusão sócio-produtiva e infraestrutura no interior do estado. Sob relatoria do dep...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.