Curso sobre o Cangaço na Bahia acontece em Feira de Santana

Cangaço na Bahia é tema de curso.

Cangaço na Bahia é tema de curso.

Com nova data, agora dias 26 e 27 de novembro de 2016, o curso Cangaço na Bahia vai acontecer no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana, localizado no Centro da cidade. As aulas, que serão ministradas pelo historiador e geólogo Rubens Antonio, acontecem das 8h às 17h, com carga horária de 15 horas. Conta com o apoio da ACEFS, Universidade Estadual da Bahia, FTC, Prefeitura Municipal de Feira de Santana, Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana, Uefs, Ufba e Quântica Eventos.

Tema vívido, marcando fortemente a história nordestina, o Cangaço é conhecido e reconhecido por todas as pessoas, sejam da região ou não, com dimensão, inclusive, internacional. E a Bahia foi não só atravessada por este fenômeno, como berço de muito do mesmo. Sementes e frutos aqui vicejaram, incluindo-se participantes e eventos referenciais.

Passamos pela figura de Lucas da Feira e seu bando, discutido como bandido, proto-cangaceiro ou representante acabado do movimento. Atravessou-se as dimensões de bandos nas regiões de Brejo do Burgo, Jeremoabo, Jequié, Sento Sé. Chegou-se, afinal, à maturidade do cangaço lampeônico, no qual o maior número de participantes foi baiano. Foi o grande motivador para impor o desenvolvimento da região, rompendo séculos de vida feudalizada.

Tema vigoroso, o Cangaço deixou marcas não só secamente históricas, como folclóricas, no vestuário, o mais amplas nos aspectos culturais. Ajudou a não só sublinhar identidades como realçar diferenças. Tocou e relacionou-se com outros temas, como o coronelismo. “Saber e entender o Cangaço é dispor de uma ferramenta fundamental para conhecermos a Bahia, no que foi e o que é, enfim, saber quem fomos, somos e seremos”, defende Rubens Antonio.

A proposta do encontro é conhecer mais sobre a História do Cangaço, um movimento que agitou o Nordeste, tendo por foco a Bahia. Será trabalhado o sabido e documentado de eventos como combates, abrangências e disposições que constituem, muitas vezes, pontos-de-partida para o verdadeiro entendimento enquanto fenômeno histórico. Serão abordados elementos em sua significação realista, bem afastada de mitificações.

Na oportunidade o público irá conferir algumas imagens da exposição “Pepitas de Fogo: O Cangaço e seu tempo colorizados”.  A mostra foi apresentada, pela primeira vez em Salvador, no mês de agosto, no museu Palacete das Artes (vinculado a Secult/Ipac). Consta de 40 a 50 imagens colorizadas e retificadas relacionadas ao momento do Cangaço. Refletem seu tempo de maneira ampla, sendo fruto de uma longa pesquisa de resgate das configurações e cores prováveis. Aparecem tanto aquela de cangaceiros, no seu dia-a-dia, quanto de aspectos de Salvador à época de evento.

Sobre Palestrante

Rubens Antonio da Silva Filho: Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1078-1982), em Licenciatura e Bacharelado em História pela Universidade Federal da Bahia (1995-1999), tendo cursado também Artes Plásticas pela Universidade Federal da Bahia (1989-1993). Mestre em Geologia pela Universidade Federal da Bahia. E Servidor público, desde 1984, atuando como Geólogo do Museu Geológico do Estado da Bahia, vinculado  à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, respondendo por questões relacionadas à Minerologia, à Geologia, à Paleontologia e às Histórias Geológica e da Mineração. Autor de livros e mapas, Ministra cursos relacionados a Geologia, História Geológica, Artes, História, com ênfase para o Cangaço, e urbanização de Salvador, no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia.

Outras publicações

Feira de Santana: FAT inaugura Clínica Escola de Medicina Veterinária Clínica da Escola de Medicina Veterinária é inaugurada pela FAT. A Faculdade Anísio Teixeira inaugurou, na noite da última sexta-feira (23/09/2016),...
Uma nova loja de acessórios femininos chega a Feira de Santana Lilia Campos apresenta a loja Design Acessórios, da empresária Elizangêla Oliveira.Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Feira Hoje A Design Ace...
Tribunal Regional do Trabalho determina que 30% da frota de ônibus circule em dia de greve em Feira de Santana; MPT reforça entendimento Poder Judiciário e MPT recomendam que parte da frota de ônibus circule em Feira de Santana. O Tribunal Regional do Trabalho - 5ª Região, concedeu li...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br