CONDER e Zoológico de Salvador firmam parceria para preservação de espécies na Lagoa Grande em Feira de Santana

Em Feira de Santana, governo do estado investe na preservação da fauna e da flora da Lagoa Grande.

Em Feira de Santana, governo do estado investe na preservação da fauna e da flora da Lagoa Grande.

O coordenador do Zoológico de Salvador, Vinícius Dantas, e técnicos da CONDER – Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia visitaram, na última sexta-feira (18/11/2016), a Lagoa Grande em Feira de Santana, que está com obras de revitalização em fase final de execução. Com um tamanho similar ao Dique do Tororó, a lagoa abriga espécies da fauna e da flora típicas da segunda maior cidade baiana, conhecida como Princesa do Sertão.

Desde que a limpeza do espelho d’água foi realizada, com a retirada da vegetação típica (taboa) que prolifera em ambientes insalubres, e de toneladas do material orgânico acumulado no solo, antigos habitantes passaram a ser vistos com frequência, tomando sol – jacarés do papo amarelo.

Espécie em extinção por algo muito comum em todo Brasil, que está sendo revertido na Lagoa Grande pelas obras do Governo do Estado: a poluição das águas. Com o objetivo de não só preservá-los, como de evitar acidentes, a CONDER e o Zoológico de Salvador estão desenvolvendo ações que envolvem o cercamento da área e a conscientização da população.

De acordo com Vinicius, o jacaré de papo amarelo não oferece risco à população, desde que seja respeitado seu espaço. “São animais protegidos por lei que vivem muito bem em regiões como essa de grande cobertura hídrica, se alimentando de aves, peixes e cobras. Antes de nós chegarmos aqui, eles já estavam. Lugares como esse que concentram fontes de água são importantíssimos para qualquer cidade e devem ser valorizados, não só pela beleza da lagoa como por todas as espécies da fauna existentes. A CONDER está de parabéns pelo trabalho”.

Além de passar orientações sobre como realizar o isolamento da área da Lagoa, Vinicius, que é veterinário, identificou algumas espécies de aves, durante um passeio em volta do local, de quase 2,5 km. “Encontrei o passarinho conhecido como chapéu de couro, que já não vemos mais na capital, o quero-quero e três espécies de garças. A tendência é que com a qualidade do ambiente e a lagoa cada vez mais revitalizada, um número maior de aves apareça por aqui.”

Ele ainda ouviu detalhes sobre a evolução das obras e a interação com a comunidade, passados pela equipe da Diretoria de Habitação e Urbanização Integrada da CONDER, formada pelo engenheiro Reinaldo Santana, a assistente social, Norma Cardoso, e a supervisora da Coordenação Social, Isabela Britto.

“Quando chegamos aqui, era lama para todo lado, moradias precárias e as taboas cobrindo a lagoa. É uma satisfação profissional chegar ao ponto que estamos hoje, com quase 95% das obras concluídas. Um espelho ďàgua de 189 mil metros quadrados, serviços de drenagem concluídos e faltando apenas a finalização do paisagismo, da iluminação pública e dos equipamentos comunitários e esportivos nesta etapa”, ressalta Reinaldo. A expectativa é que estas obras sejam entregues no início de 2017.

Saneamento Ambiental

Enquanto isso, a quarta e última etapa das obras segue em andamento e irá garantir a preservação ambiental da Lagoa Grande, com a implantação do sistema de esgotamento sanitário nas comunidades vizinhas. No total, são mais de seis mil famílias beneficiadas, vivendo em 180 ruas que deixarão de contribuir para a poluição da lagoa.

A expectativa é que a área, responsável pelo abastecimento de água do município, entre as décadas de 50 e 70, se transforme no principal cartão postal da região, além de um centro de lazer ideal para a prática esportiva, reunindo pista de cooper, ciclovia, campo de futebol, quadras poliesportivas, academias ao ar livre e parques infantis.

Algo que já vem ocorrendo mesmo antes da conclusão dos trabalhos, segundo a assistente social, Norma Cardoso. “Nos finais de semana costuma aumentar muito o número de pessoas e grupos que frequentam aqui, com rodas de capoeira, pessoas caminhando, crianças com patins e bicicletas”.

Vale ressaltar que as duas primeiras etapas das obras foram concentradas na relocação das mais de 600 famílias que viviam precariamente no local, convivendo com os alagamentos e inundações nos períodos de chuvas mais intensas.

Estas famílias passaram a morar com mais segurança e qualidade de vida no Núcleo Habitacional Conceição, construído com toda infraestrutura pela CONDER, companhia vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano, que responde pelas obras de requalificação urbana. Um investimento da ordem de R$ 70 milhões está em curso, graças à parceria estabelecida com o Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades.

Outras publicações

Abertura do ano letivo ocorre na segunda-feira, 21 e SESP realiza faxina em escolas. Confira as notícias da prefeitura de Feira de Santana Melhorias em escolas do Município Cerca de 20 prédios escolares da rede pública municipal em Feira de Santana estão passando por reformas visando o i...
Farm Show 2015 abre espaço para a pecuária Jairo Alfredo Oliveira Carneiro, Secretário Estadual de Agricultura. Maior feira de tecnologia agrícola e de negócios do Norte-Nordeste, e uma das m...
Programa Cidade Digital disponibiliza Internet no Terminal Rodoviário de Feira. Leia esta e outras notícias da PMFS Programa Feira Cidade Digital ampliado As pessoas que utilizam o Terminal Rodoviário de Feira de Santana já dispõem de Internet gratuita no local, ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br