Caso La Vue: ministro Geddel Vieira Lima entrega carta de renúncia ao presidente Michel Temer

Carta de renúncia de Geddel Vieira Lima do cargo de ministro do governo Temer.

Carta de renúncia de Geddel Vieira Lima do cargo de ministro do governo Temer.

Procuração dos advogados do condomínio La Vue Ladeira da Barra.

Procuração dos advogados do condomínio La Vue Ladeira da Barra.

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, acabou de entregar ao presidente Michel Temer uma carta na qual pede para deixar o cargo.

A informação foi confirmada há pouco pela assessoria de imprensa de Geddel. A assessoria informou ainda que em breve divulgará nota com mais detalhes sobre a carta.

Íntegra da carta

Salvador, 25 de novembro de 2016

Meu fraterno amigo Presidente Michel Temer,

Avolumaram-se as críticas sobre mim. Em Salvador, vejo o sofrimento dos meus familiares. Quem me conhece sabe ser esse o limite da dor que suporto. É hora de sair.
Diante da dimensão das interpretações dadas, peço desculpas aos que estão sendo por elas alcançados, mas o Brasil é maior do que tudo isso.

Fiz minha mais profunda reflexão e fruto dela apresento aqui este meu pedido de exoneração do honroso cargo que com dedicação venho exercendo.

Retornado a Bahia, sigo como ardoroso torcedor do nosso governo, capitaneado por um Presidente sério, ético e afável no trato com todos, rogando que, sob seus contínuos esforços, tenhamos a cada dia um país melhor.

Aos Congressistas, o meu sincero agradecimento pelo apoio e colaboração que deram na aprovação de importantes medidas para o Brasil.

Um forte abraço, meu querido amigo.

Geddel Vieira Lima

A renúncia

Uma semana após o ministro da Cultura Marcelo Calero deixar o cargo, o ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima (PMDB) encaminhou nesta sexta-feira (25/11/2016), ao presidente Michel Temer (PMDB) sua carta de demissão, no intuito de tentar estancar a mais recente crise do governo do peemedebista.

Calero deixou o cargo na sexta-feira (18) acusando Geddel de pressioná-lo para que o Iphan – submetido à Cultura – liberasse a construção de 30 andares do edifício La Vue Ladeira da Barra em Salvador onde ele possuiria um apartamento. No sábado, o ex-titular da Cultura chegou a depor na Polícia Federal alegando que até Temer teria o pressionado para ajudar Geddel no caso. O ex-ministro ainda gravou os diálogos que manteve com o presidente e outros ministros, como Eliseu Padilha, sobre o caso.

O material atualmente está sob análise da Procuradoria-Geral da República, que pode decidir abrir um inquérito contra Geddel.

Família advoga

Conforme relatado por reportagem do Jornal Folha de São Paulo, um primo e um sobrinho do ministro Geddel Vieira Lima atuam como representantes do empreendimento La Vue junto ao Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Jayme é primo de Geddel e sócio dele no restaurante Al Mare, em Salvador. Afrísio é filho do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão de Geddel.

A procuração foi assinada em 17 de maio de 2016, cinco dias depois de Geddel tomar posse como ministro. Ela não tem prazo de validade.

Semanas antes, ainda na gestão Dilma Rousseff (PT), o Iphan havia embargado a obra por considera que o prédio afetaria monumentos tombados da região como o Forte de São Diogo e a Igreja de Santo Antônio da Barra.

O documento possibilita aos advogados e ao estagiário “representar o outorgante [empreendimento La Vue], conjunta ou separadamente, perante o Iphan”, dando poderes para “interpor recursos perante qualquer juízo, instância ou tribunal”.

O outro signatário da procuração, o advogado Igor Andrade Costa, é sócio de Jayme num escritório de advocacia.

Costa ainda assina como representante legal do empreendimento na ata de constituição do condomínio do La Vue registrada em cartório de imóveis de Salvador.

A procuração que colocou parentes de Geddel como representantes do La Vue junto ao Iphan foi assinada depois de o ministro ter adquirido o apartamento.

Em entrevista, o ministro afirmou que assinou um contrato de compra e venda de um imóvel no empreendimento em 2015.

Outras publicações

Bahia é o estado que mais recebe recursos da repatriação, divulga Tesouro Tabela com repartição do Imposto de Renda por unidade da Federação. A Bahia é o estado que mais recebeu recursos da regularização de bens e ativos n...
Presidenta Dilma Rousseff lança Plano Safra Semiárido em Salvador Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de lançamento do Plano Safra Semiárido 2013-2014. Dilma anuncia suspensão de execução de dívidas de a...
FMI recomenda ao Brasil mudanças no salário mínimo e reformas Diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde. Fundo apresenta recomendações de medidas econômicas ao governo Temer. O Fundo ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br