Caso La Vue e Operação Vigilante: PF conduz coercitivamente membro do diretório estadual do PMDB da Bahia; Leonardo Américo é liderado do ex-ministro Geddel Vieira Lima

Leonardo Américo Silveira de Oliveira ocupa cargo se subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República.

Leonardo Américo Silveira de Oliveira ocupa cargo se subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República.

Reportagem João Pedro Pitombo, publicada na Folha de São Paulo desta sexta-feira (25/11/2016), revela que um dos principais liderados do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), Leonardo Américo Silveira de Oliveira, subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República, foi conduzido coercitivamente pela Polícia Federal a depor em Salvador. O depoimento foi prestado em decorrência de possíveis ilícitos identificado no transcurso da Operação Vigilante.

A Operação Vigilante, parceria da Polícia Federal com o Ministério da Transparência, apura fraudes em licitações para o transporte escolar em Malhada das Pedras, município do sudoeste baiano a 690 km de Salvador.

Américo ocupa desde de 29 de junho de 2016 um dos cargos mais importantes da Secretaria de Governo, a subchefia de Assuntos Federativos da Presidência, responsável pela relação com prefeitos. Ele faz parte do diretório do PMDB na Bahia e foi indicado por Geddel para o cargo.

Ele é dono da empresa Serbem Serviços e Locações, que desde março deste ano presta serviços de transporte escolar em Malhada nas Pedras, num contrato de R$ 1 milhão.

Na operação, a Polícia Federal cumpriu dois mandados de prisão temporária, dois de prisão preventiva, oito conduções coercitivas e 15 mandados de busca e apreensão. Noventa agentes participam da operação.

Os mandados foram cumpridos em Malhada das Pedras, Salvador, Itagibá, Alagoinhas e São José do Jacuípe.

A investigação aponta para um suposto direcionamento de licitação e superfaturamento do contrato por meio da adulteração da quilometragem de linhas percorridas pelos ônibus escolares.

Segundo investigação do Ministério da Transparência, o valor da quilometragem cobrado era mais que o dobro da distância real percorrida. O esquema teria gerado prejuízos de R$ 3 milhões.

Renúncia

Geddel Vieira Lima entregou, hoje (25), carta de renúncia ao presidente Michel Temer. A renúncia foi decorrente dos desdobramentos do Caso La Vue, em que é acusado pelo ex-ministro Marcelo Calero de advocacia administrativa.

Leia +

Operação Vigilante: PF E CGU desarticulam esquema de desvio de verbas destinados a transporte escolar em cinco municípios baianos

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.