Barragem de Ponto Novo elevará capacidade de armazenamento

Wilson Dias assina convênio para elevar a capacidade de armazenamento de água na Barragem de Ponto Novo.

Wilson Dias assina convênio para elevar a capacidade de armazenamento de água na Barragem de Ponto Novo.

O Governo da Bahia, por meio das secretarias estaduais de Desenvolvimento Rural (SDR)/Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs)/Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), assinou convênio de cooperação técnica e financeira para viabilizar a implementação do subprojeto Ponto Novo, na região centro norte da Bahia, com investimentos na ordem de 14,2 milhões.

O objetivo do subprojeto é aumentar a oferta hídrica e a produção irrigada na região, com destaque para a instalação do fusegate, tecnologia francesa para ampliação do armazenamento de água na barragem de Ponto Novo. Na ocasião foi assinado o contrato entre a Cerb e a Hidroplus, empresa que detém a patente do dispositivo. A proposta do subprojeto foi apresentada ao Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida) pelo Governo da Bahia, por meio da SDR e da executora do subprojeto, a CAR, a ser financiado com recursos do Pró-Semiárido, projeto em execução, resultado do acordo de empréstimo entre o Governo e o Fundo.

Ponto Novo

Durante a assinatura do convênio, na segunda-feira (07/11/2016), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), o diretor da CAR, Wilson Dias, ressaltou a importância do trabalho conjunto da SDR, Sihs, da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), e seus órgãos vinculados, a Casa Civil e a Secretaria de Relações Internacionais, juntamente com empresários, agricultores familiares, os irrigantes e a prefeitura.

“Esse momento é de muita comemoração, porque estamos concretizando o início da execução do subprojeto, depois de muita dedicação, muitas reuniões e trocas de informações desse projeto inovador e importante para o Estado”. O oficial nacional do Fida, Hardi Vieira, falou sobre este momento de fechamento da primeira etapa, de análise e avaliação. “Essa cooperação entre o Fida e o Governo da Bahia entra num novo estágio, dá um salto de qualidade. E é importante que o governo possa identificar os locais em que podemos atuar juntos, porque somos mais que um agente financiador, somos parceiros”.

População beneficiada

A barragem de Ponto Novo atende 215 mil habitantes, com abastecimento de água para o consumo humano, em sete municípios – Ponto Novo, Filadélfia, Caldeirão Grande, Itiúba, Senhor do Bonfim, Andorinhas e Jaguarari, com principais usos para o abastecimento humano, a irrigação e perenização do Rio Itapicuru. Para a instalação do fusegate serão investidos 7,5 milhões. O dispositivo será instalado no vertedouro da barragem elevando-o em 1,20 metros, aumentando a capacidade de reserva de água em cerca de 24%, possibilitando segurança hídrica, ampliação da área irrigada do perímetro e uma maior oferta do abastecimento de água para consumo humano, representando um acréscimo de 9,34 milhões de metros cúbicos de água.

“Hoje, o Governo do Estado dá um passo bastante importante para garantir a segurança hídrica na região de Ponto Novo, levando em conta que o fusegate resultará em uma maior oferta de abastecimento de água para consumo humano, bem para as áreas irrigadas”, enfatizou o titular da Sihs, Cássio Peixoto, explicando que o equipamento é formado por elementos independentes de concreto e aço, que elevam a altura do vertedouro e são projetados para ativar-se caso haja eventos de cheias extremas, quando o nível do reservatório atinge uma elevação predeterminada, aproveitando volumes importantes durante os períodos de chuvas.

Na fruticultura irrigada serão investidos R$ 3,8 milhões, com a implantação de 120 hectare irrigados, atendendo 60 famílias, sendo 30 do Movimento de Pequenos Agricultores (MPA) e 30 do Movimento dos Sem Terra (MST). A piscicultura receberá R$ 1,6 milhão em recursos, com a implantação de 60 tanques rede, no espelho d’água da barragem e uma unidade de beneficiamento de pescado, beneficiando 40 jovens. Para Edvagno Rios, da coordenação nacional do MPA, “cada dia que passa a gente sente que o nosso sonho está sendo concretizado. Afora o horizonte se abre para as famílias que já começaram a produzir na área”, falou.

Sobre o Perímetro

O Perímetro Irrigado de Ponto Novo possui uma área irrigável de 2,5 mil hectares, sendo que atualmente estão em produção 1,2 hectares, com culturas permanentes e temporárias, predominando a banana. Desse total, 725 hectares são explorados por agricultores familiares em 141 lotes de cinco hectares e 526 são cultivados por empresários, gerando 2.600 empregos diretos e 3.900 empregos indiretos, favorecendo o aspecto socioeconômico do município e do território de identidade Piemonte Norte do Itapicuru.

Outras publicações

Deputado Paulo Azi ironiza Valmir Assunção e diz que Salvador não tem terra para ser invadida Paulo Azi: "Temos que relevar o desconhecimento do deputado Assunção, já que a sua área de atuação, que é invasão de terras, não encontra respaldo em...
Prefeito eleito de Itacaré pede ao Estado ações para fortalecer o turismo e a agricultura familiar Prefeito eleito de Itacaré pede ao Estado ações para fortalecer o turismo e a agricultura familiar. O secretário Josias Gomes, titular da Secretaria...
Deputado Hildécio Meireles apela para que Governo da Bahia direcione olhar para estradas da região do Baixo Sul Deputado Hildécio Meireles apela por investimentos nas estradas da região do Baixo Sul da Bahia. Em meio ao cenário de caos que encontram-se as estr...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br