Salvador: peça Solos Voadores é apresentada no Teatro Molière

Atores da peça teatral Solos Voadores.

Atores da peça teatral Solos Voadores.

Após temporada de estreia dos dois novos Solos Voadores – o infantil com Maira Lins, A Mulher que Matou os Peixes – uma pop-bossa samba ‘n roll, e o adulto com Duda Woyda, O Outro Lado de Todas as Coisas -, a Ateliê Voador Companhia de Teatro leva os espetáculos para pequena temporada no Teatro Molière – Aliança Francesa, em Salvador. O infantil acontecerá nos dias 12, 13 e 20 de novembro, sábado às 16h e domingos às 11h. Já o adulto, nos mesmos dias sempre às 20h.

 Espetáculos

O Outro Lado de Todas as Coisas é uma “dramaturgia de segunda mão”, como define o autor Djalma Thürler, porque surge de uma conjugação de ideias e coisas, gestos, sons, cores, movimentos outros: Foucault, Caio F. e Thürler.

 A plateia poderá ainda conhecer um pouco mais do ator Duda Woyda que, em 2016, completa 15 anos de carreira, dos quais 10 dedicados à Companhia. A montagem marca a estreia dos voadores Rafael Medrado e Marcus Lobo na direção de espetáculos da Companhia.

 A Mulher que Matou os Peixes – uma pop-ópera bossa in roll, com Maira Lins, é um texto originalmente escrito por Clarice Lispector para crianças, em 1968, e traz músicas de Vinicius de Moraes, da obra A Arca de Noé. O espetáculo tem dramaturgia e direção de Djalma Thürler e ganha roupagem de um pequeno musical de câmara, por isso seu subtítulo.

 A peça, que tem direção musical de Roberta Dantas, é um convite a se pensar sobre a importância da cultura para a infância e no movimento da própria vida que é composto de alegrias e tristezas, perdas e ganhos, idas e vindas.

 O texto narra em primeira pessoa a história a morte de dois peixinhos vermelhos, um pretexto para prender o espectador para uma grande viagem por um mundo carregado de humanidade, um jogo delicioso e de extrema sensibilidade para concluir que a falha, o lapso, o erro e o esquecimento são inerentes a homens e mulheres.

 Projeto C

Os dois espetáculos fazem parte do “Projeto C”, que traz um espetáculo baseado em Caio Fernando Abreu e o segundo com texto de Clarice Lispector, ambos exemplos de escritores que se preocuparam em discutir literariamente problemas da experiência humana e conflitos sociais, propondo uma perspectiva singular para a formação e humanização do homem.

Agenda:

12/13 e 20/11/2016 – O Outro Lado de Todas as Coisas (com Duda Woyda) no Teatro Molière – Aliança Francesa, às 20h00

12/13 e 20/11/2016 – A Mulher que Matou os Peixes – uma pop-bossa samba ‘n roll (com Maira Lins), no Teatro Molière – Aliança Francesa às 16:00

Outras publicações

Jornalista e Cientista Social Jorge Félix desembarca em Salvador para realizar abertura da Mostra +60 Jorge Félix fará a palestra de abertura. A “Mostra +60 Envelhecer é uma Arte!”, dedicada à terceira idade, é uma mostra temática de filmes que serão...
Cesta básica fica mais barata em Salvador e 11 das 17 capitais pesquisadas pelo DIEESE O valor da cesta básica caiu, na passagem de janeiro para fevereiro, em 12 das 17 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos ...
Salvador não pode virar uma São Paulo, diz vereador sobre segurança de trabalhadores de limpeza Vereador Luiz Carlos Suíca debates envolvendo questões de Salvador. O líder da oposição na Câmara de Salvador, vereador Luiz Carlos Suíca (PT), segu...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br