Vereador critica decisão do STF que decretou ilegal lei do Ceará que regulamenta vaquejada

Roque Pereira defendeu a manifestação dos adeptos e simpatizantes de vaquejada, de forma pacífica e ordeira.

Roque Pereira defendeu a manifestação dos adeptos e simpatizantes de vaquejada, de forma pacífica e ordeira.

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que considera a vaquejada como prática ilegal ou inconstitucional, foi alvo de críticas do vereador Roque Pereira (DEM), em discurso na tribuna da Casa da Cidadania, na manhã desta terça-feira (11/10/2016).

“Eu quero aqui falar de um manifesto que está acontecendo no dia hoje, e quero desde já parabenizar o jornal Folha do Estado, que destaca em primeira página a manchete: ‘Proibição de vaquejada gera protesto em Feira’”, disse o democrata.

Roque Pereira informou que escutou de alguns manifestantes que haveria fechamento de BRs em Feira de Santana, por conta da referida decisão do STF. “Nesse ponto de fechar BR, todos vocês sabem e a imprensa de Feira é testemunha que eu sou contra o fechamento de rodovias, seja ele qual for o protesto; quem quiser fazer os seus protestos que faça, mas não fechando as rodovias, tirando o direito de ir e vir das pessoas”.

O vereador defendeu a manifestação dos adeptos e simpatizantes de vaquejada, de forma pacífica e ordeira.  Ele disse que os protestos estão se espalhando em todo o Nordeste, porque, segundo o edil, essa atividade recreativa, além de gerar emprego, renda e turismo, faz parte da história e da cultura nordestina. Roque disse não entender a razão pela qual o STF acatou a reivindicação do “pessoal de proteção aos animais”.

Sem revelar nomes, o democrata afirmou que muitas dessas pessoas que dizem proteger os animais de maus tratos respondem processos por agressão ou ameaça ao ser humano.

Ele espera que a medida do Supremo Tribunal Federal seja revogada, para que as vaquejadas voltem a acontecer de forma disciplinada, a fim de que os animais não sofram maus tratos. “Mas quem conhece vaquejada sabe que os animais que participam de evento são bem tratados; animais fracos não são colocados para disputa em vaquejada, são touros fortes, sadios, animais que têm acompanhamento de veterinários, tanto os cavalos como os bois”, afirmou.

Outras publicações

Feira de Santana: vereador Pablo Roberto solicita ao Procon informações sobre o cumprimento de Lei de sua autoria Vereador Pablo Roberto cobra cumprimento de Lei municipal. A Câmara de Vereadores aprovou na manhã desta terça-feira (30/08/2016) o requerimento de ...
Operação conjunta flagra 17 trabalhadores em condições análogas a escravo em Parque de Vaquejada no município de Serrinha Trabalhadores dormiam no curral onde os bois passavam para as corridas e trabalhavam sem registro. Trabalhadores dormiam no curral onde os bois p...
Vereador Beldes Ramos pede que os inscritos no concurso da Câmara Municipal de Feira de Santana sejam ressarcidos Vereador Beldes Ramos cobra devolução de recursos aos inscritos no concurso da Câmara Municipal. Durante o uso da tribuna, na sessão ordinária desta...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br