O golpe baixo do presidente subversivo

Michel Temer, presidente é identificado como um dos líderes do golpe que tirou a presidente Dilma Rousseff do poder.

Michel Temer, presidente é identificado como um dos líderes do golpe que tirou a presidente Dilma Rousseff do poder.

Com o pretexto de exterminar a classe trabalhadora, o presidente golpista Michel Temer, diante dos últimos resultados dos Institutos de pesquisas – 70% de reprovação – resolveu tirar do seu baú, uma “carga” de perversidades contra os trabalhadores brasileiros, o PT e os Partidos de esquerda, além de promover um gigantesco sucateamento da saúde e da educação. Vinte anos sem investimentos.

A reforma da Previdência, concebida pelas maldades arquitetadas pelos cortesãos palacianos deste governo golpista, sem legitimidade, fere a Constituição Brasileira e vai dificultar mais ainda a renda de milhões de brasileiros, principalmente a classe trabalhadora, a classe que produz.

Porque sempre o trabalhador que tem que pagar a conta?

Neste pacote de maldades, também se encontram projetos maquiavélicos contra os trabalhadores rurais e os aposentados. Para estes, a proposta é, não só de aumentar a idade para aposentarem, como também cercear direitos dos trabalhadores e, principalmente dos idosos. Um verdadeiro Fascismo; o Mussolini brasileiro.

Como se não bastasse esta “rede” de horrores, o golpista Michel Temer resolveu publicar nos diversos veículos de comunicação do país, a peça publicitária intitulada: “Vamos tirar o Brasil do vermelho para voltar a crescer”. Esta atitude é verdadeiramente lastimável! Gastar dinheiro público para disseminar o ódio contra o PT e os demais partidos de esquerda, tendo como principal objetivo tirar direitos da população e retirar o presidente Lula das eleições de 2018, tornando-o inelegível.

A frase elaborada pelos “lacaios” de Temer possui duplo sentido. Na realidade a intenção dos golpistas é de enganar a população escondendo o seu real objetivo que é de levar o Brasil à bancarrota e, principalmente, para o abismo social.

Enquanto isso, o brasileiro, como diz o próprio Hino Nacional, vive eternamente em berço esplêndido, ouvindo a famosa canção de Moraes Moreira, “Lá vem o Brasil descendo a ladeira”.

Outras publicações

Lula destaca importância das micro e pequenas empresas para o crescimento do país O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (24/11/2010) que mudou “as regras do jogo” para alavancar as micro e pequenas empresas no Brasil. O ...
Dilma Rousseff quer construir 120 escolas técnicas federais e diz que Pronatec também beneficiará cadastrados do Bolsa Família Para atingir a meta de criar 8 milhões de vagas na educação profissional até o fim do mandato, a presidenta Dilma Rousseff prevê a construção de mais ...
Ex-presidente Lula participa da posse de ministros no Palácio do Planalto O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, na tarde de hoje (24/01/2012), no Palácio do Planalto, da cerimônia em que a presidenta Dilma Ro...

Sobre o autor

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. Saiba mais visitando: http://www.albertopeixoto.com.br