Museus da Secult Bahia tem programação para todas as idades

Pátio do Palacete das Artes Rodin Bahia.

Pátio do Palacete das Artes Rodin Bahia.

Para celebrar o mês das crianças a Diretoria dos Museus (Dimus) promove em Salvador e no Recôncavo uma diversificada programação para toda criançada e também para adultos. Dentre a programação tem oficinas, apresentações, brincadeiras e debates sobre preservação e cidadania. A programação é ampla e dura todo o mês de outubro, também gratuita.

No Palacete das Artes, Crianças, educadores e famílias estão convocados a costurar bonecos de pano a partir dos desenhos das crianças, para mobilizar cidadãos em defesa da paz, da infância bem vivida e da segurança em locais públicos, reconhecendo a cidade como um espaço educativo. A iniciativa integra a oficina PRESENÇA, “A criança na sua FelizCidade”, e acontece neste sábado (08/10/2016), a partir das 14h, no Palacete das Artes.

Com o tema “Coração Valente pela Paz” o projeto será realizado em 40 cidades brasileiras e 18 países, sempre com oficinas de produção de bonecos. Tudo que for produzido estará à disposição dos visitantes em um ato público, na manhã do Dia das Crianças, 12 de outubro, no Subúrbio de Salvador. O objetivo é comunicar que a cidade é nossa casa e precisa ser cuidada por todos, em defesa da ocupação de espaços que proporcionam diálogos entre crianças e adultos, na construção de uma cultura de paz e fortaleça uma cidade com uma nova identidade, fruto de participação e reflexão.

Palacete das Artes é um órgão vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural/Secretaria de Cultura. Funciona de terça a sexta, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h. Mais informações no tel. 71 3117 6987, e site www.palacetedasartes.ba.gov.br.

Já no Hospital Martagão Gesteira, a programação da Semana da Criança conta com a participação da Oficina de Pinhole, promovida pelo Museu Tempostal, na próxima terça (11), a partir das 9h. A atividade acontece no próprio hospital (Rua José Duarte, 114 – Tororó), com crianças de 7 a 11 anos em tratamento na instituição de saúde, sendo ministrada pelos colaboradores do Setor Educativo do museu.

A oficina ensinará o conteúdo teórico para a construção das câmeras pinhole, que resultam de um processo artesanal dispensando o uso de lentes. Logo sem seguida será ensinado um passo-a-passo da técnica e por fim a revelação das fotografias produzidas. O objetivo é incentivar a criatividade, a expressão artística e o diálogo com o acervo do Museu Tempostal de forma educativa e lúdica, estimulando que as crianças tenham uma nova visão de mundo através da criação e utilização do pinhole.

No Recôncavo Baiano, em Cabaceiras do Paraguaçu, acontece um projeto no Parque Histórico Castro Alves “Brincando como no tempo de nossos avós”. As brincadeiras acontecem durante todo o mês de outubro de segunda a sexta das 9h às 12h e das 14h às 17, além dos finais de semana e feriados das 9h às 14h. O objetivo é utilizar brinquedos e brincadeiras do tempo antigo apresentando as crianças dos dias de hoje. A coordenadora do parque, Diogénisa César, explica que serão apresentadas brincadeiras simples que os antigos brincavam no quintal de casa, tais como “Cinco Marias”, “Escravos de Jó”, “Amarelinha”, Esconde-esconde”, “Passar anel”, “Batata quente”, etc. “Serão apresentadas brincadeiras simples, que se faziam nas ruas ou nos quintais de casa”, conta. O projeto dá a criatividade para a criança utilizar utensílios fáceis de encontrar e de improvisar um novo jogo. Para mais informações pode ligar para (75) 3681-1102.

Parque Histórico Castro Alves (PHCA) – Por conta do primeiro centenário da morte de Castro Alves, em março de 1971 foi inaugurado, no lugar onde ele nasceu, o museu biográfico Parque Histórico Castro Alves (PHCA), numa área de 52 mil metros quadrados. O acervo convida os visitantes a mergulharem no universo do porta-voz literário da Abolição da Escravatura no Brasil, através de seus poemas, informações e objetos pessoais dele e familiares. Além do museu, o parque contém um anexo com sala multimídia, auditório, biblioteca, infocentro, reserva técnica, refeitório e administrativo. Na área de Mata Nativa, os visitantes podem fazer uma trilha e visitarem o Pouso de Adelaide, o Anfiteatro, a Cruz da Estrada, a Fonte e o Marco da Fazenda.  O público pode ainda usufruir dos projetos socioeducativos: Conhecendo as Nascentes; Sarau no Parque: Música, Poesia e Arte nos Finais de Tarde; Brincando no Parque como no Tempo de Nossos Avôs; Oficina de Teatro; Baú de Memórias e Sopa de Letras. Anualmente, o parque também promove o Festival de Declamação de Poemas de Antônio Frederico de Castro Alves. O Parque Histórico Castro Alves (PHCA), integra os espaços administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Agenda

Quando: 8 de outubro, às 14h | Onde: Palacete das Artes  – Rua da Graça, 284 | Salvador

Quando: 11 de outubro, a partir das 9h | Onde: Hospital Martagão Gesteira

Quando: todo mês de outubro, de segunda a sexta das 9h às 12h e das 14h às 17. Finais de semana e feriados, das 9h às 14h. | Onde: Parque Histórico Castro Alves, em Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo Baiano

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br