INSS afasta servidores após denúncia de terem agilizado aposentadoria de Dilma Rousseff

secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltram, determinou abertura de sindicância e procedimento administrativo disciplinar para apurar responsabilidades de servidores.

secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltram, determinou abertura de sindicância e procedimento administrativo disciplinar para apurar responsabilidades de servidores.

O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltrame, determinou à presidência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), autarquia vinculada à pasta, a abertura de sindicância e procedimento administrativo disciplinar para apurar responsabilidades de servidores e outros eventuais envolvidos na concessão de aposentadoria à ex-presidenta Dilma Rousseff, no começo de setembro, logo após o impeachment.

A medida é uma resposta à reportagem da revista Época que diz que “Dilma furou a fila para se aposentar”.

Em nota divulgada no sábado (01/10/2016), o ministério informou que os servidores mencionados serão afastados dos cargos para que não possam interferir das investigações e que solicitou o acompanhamento dos órgãos de controle para a verificação dos fatos mencionados pela reportagem e também eventual ilegalidade nas alterações cadastrais constatadas.

Além disso, dois funcionários em cargos de confiança citados pela revista serão exonerados dos cargos. A saída deles, indicados no governo anterior, será publicada no Diário Oficial da União da próxima terça-feira (4), de acordo com o ministério.

A reportagem da Época diz que o benefício da ex-presidente foi concedido sem passar pela “fila” nos sistemas da Previdência e que o cadastro de Dilma Rousseff foi alterado 16 vezes em dez horas por uma servidora da diretoria do INSS, dentro da sede do órgão. Além disso, segundo a revista, servidores citados na matéria garantiram o atendimento do pedido de Dilma sem agendamento, por meio de uma mulher com uma procuração da ex-presidenta que foi a uma agência do INSS em Brasília com o ex-ministro da Previdência, Carlos Gabas.

Defesa

Em nota, a assessoria de Dilma informou que não houve qualquer tipo de concessão ou tratamento privilegiado à ex-presidenta, que todas as alterações feitas no cadastro tiveram como objetivo comprovar os vínculos empregatícios de Dilma ao longo dos últimos 40 anos como funcionária pública e que auditoria do INSS poderá constatar que não houve quaisquer irregularidades.

“A regra para aposentadoria exige no mínimo 85 pontos para ser concedida à mulher, na soma da idade mais tempo de contribuição. Dilma Rousseff atingiu 108 pontos, pelo fato de ter contribuído por 40 anos como servidora pública e chegado aos 68 anos de idade”, diz a nota.

A assessoria informou também que, diante disso, Dilma Rousseff decidiu aposentar-se e, por meio de procuração, recorreu a pessoa de sua confiança que foi a uma agência do INSS acompanhada pelo ex-ministro Carlos Gabas. A íntegra da nota está disponível no Blog do Alvorada, mantido pela equipe da ex-presidenta.

Outras publicações

Entre 2010 e 2015, ex-ministro Antonio Palocci movimentou R$ 200 milhões Relatório com movimentações suspeitas do ex-ministro Antonio Palocci detalha operações milionárias com pessoas físicas e jurídicas, mas não consta o ...
Municípios baianos contarão com R$ 6,7 milhões para obras emergenciais, anuncia Ministério da Integração Nacional Ministro Helder Zahluth Barbalho anuncia recursos para a Bahia. O repasse de R$ 6,7 milhões para ações de recuperação de danos causados pelas chuvas...
O governador Jaques Wagner em diálogo com o Ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, confirmou interesse da Bahia em usina nuclear A geração de eletricidade através de usina nuclear passa a ser uma opção estratégica relevante para a Bahia e para todo o nordeste”, disse Jaques Wag...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br