Governo da Bahia apresenta soluções para participar de leilão de energia

Governo da Bahia apresenta proposta sobre leilão de energia.

Governo da Bahia apresenta proposta sobre leilão de energia.

Governo da Bahia apresentou, durante a 6ª reunião do Grupo de Trabalho Bahia-Sergipe, que aconteceu na tarde de quinta-feira (13/10/2016), na Agerba, soluções para incluir a Bahia no Leilão de Energia de Reserva (LER) 2016, realizados pela Aneel. O Governo afirma que o documento emitido pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) declarando que na Bahia não há capacidade para o escoamento da produção elétrica no sistema de transmissão, não considerou importantes trechos já existentes de linhas de transmissão já leiloadas e com previsão de conclusão e operação comercial para os anos de 2018 e 2019.

Caso as linhas de transmissão citadas sejam consideradas disponíveis para escoamento de energia conforme prazo estabelecido no edital de licitação do 2º LER 2016, a Bahia teria condições de participar desta concorrência com mais de 5.300 MW. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico Jorge Hereda, isto asseguraria uma maior concorrência para o referido certame, permitindo a contratação de projetos mais competitivos, com a possibilidade de obtenção de preços mais baixos.

Hereda afirma que a reunião é fundamental para discutir como potencializar a produção e distribuição de energia no Estado. “Entre os estados brasileiros, a Bahia é o que tem o maior potencial de energia alternativa, tanto eólica, quanto energia solar, apesar disso, mesmo que tenhamos os melhores números e uma radiação solar muito boa, precisamos estar bem estruturados para distribuir essa energia e levar desenvolvimento para todo o território”.

O secretário da Infraestrutura, Marcos Cavalcanti, afirma: “Diante da importância da produção de energias renováveis para a economia do estado, estamos pedindo que o Ministério de Minas e Energia faça uma reavaliação de alguns parâmetros que foram utilizados para os cálculos da linha de transmissão e considere um prazo mais dilatado, de cerca de 8 meses para que a Bahia possa ser novamente inserida no leilão”.

Além dos secretários Jorge Hereda (SDE) e Marcus Cavalcanti (Seinfra), estiveram presentes na reunião o secretário Manoel Mendonça, Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Diretor Geral da ONS, Luiz Eduardo Barata e representantes da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), entidades e empresas do setor elétrico. O evento contou também com debates sobre o planejamento, execução e monitoramento de obras de geração e transmissão de energia.

Outras publicações

Governo da Bahia entrega sistema viário Águas Claras/Cajazeiras em setembro de 2016 Governo entrega sistema viário Águas Claras-Cajazeiras em setembro. O novo sistema viário Águas Claras/Cajazeiras está em fase de conclusão e deve s...
Agressão a radialista repercute na ALBA Carlos Geilson: “Se a denúncia do profissional é inverídica, que seja prestada uma queixa por calúnia e difamação, mas ele não tem o direito de agred...
Deputado Carlos Gaban rebate declarações de líder governista e diz que falta sintonia entre o governo e a população Carlos Gaban considerou “humilhante” a afirmação do líder governista de que os sete deputados de sua base que assinaram a emenda - Maria Luiza Orge, ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br