Governador Rui Costa reage a tentativa de criminalizar campanha eleitoral de 2014 e diz que age com retidão e com objetivo de orgulhar a história de vida e o povo baiano

Governador Rui Costa reafirma compromisso ético com a gestão pública e lamenta vinculação da campanha eleitoral de 2014 com investigação federal.

Governador Rui Costa reafirma compromisso ético com a gestão pública e lamenta vinculação da campanha eleitoral de 2014 com investigação federal.

Em decorrência de especulações sobre o possível envolvimento com as investigações federais concernentes a ação da Polícia Federal na Operação Hidra de Lerna, em depoimento gravado em vídeo e divulgado hoje (04/10/2016), o governador Rui Costa (PT) discorreu sobre a tentativa de criminalizar a campanha eleitoral de 2014. Na avaliação do governador, essa tentativa é decorrente do fato de que o trabalho realizado por ele incomoda.

Rui Costa segue afirmando que trabalha de forma incansável, com a finalidade de orgulhar a confiança que o povo depositou nele e que jamais faria qualquer coisa que comprometesse essa confiança. Ele lembra que a campanha eleitoral de 2014 deixou uma dívida de montante considerável e estranha os comentários divulgados pela mídia.

O governador finaliza o depoimento em vídeo dizendo que vai às ruas da Bahia realizar entregas de obras e serviços, e que atua com ética e retidão, objetivando valorizar o passado, através dos pais; o futuro, através dos filhos; e o presente, trabalhando de forma permanente pelo bem do povo que o elegeu.

Nota oficial

Além do vídeo, o Governo da Bahia emitiu uma nota afirmando desconhecer e estranhar vinculações do nome do governador Rui Costa com a investigação da Polícia Federal concernente a Operação Hydra de Lerna.

— O governador recebeu com estranheza e indignação a notícia, divulgada por alguns veículos de comunicação locais e nacionais, de que ele estaria sendo investigado pela Polícia Federal.

— O governador desconhece a investigação e informa que não tem qualquer tipo de informação sobre a operação deflagrada pela Polícia Federal.

Confira o teor nota ‘Rui desconhece investigação da PF’

O governador Rui Costa recebeu com estranheza e indignação a notícia, divulgada por alguns veículos de comunicação locais e nacionais, de que ele estaria sendo investigado pela Polícia Federal. O governador desconhece a investigação e informa que não tem qualquer tipo de informação sobre a operação deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (04/10/2016).  Também não houve qualquer procedimento legal nesse sentido.

Rui também garante que está à disposição da sociedade e das autoridades competentes para prestar os devidos esclarecimentos com máxima transparência sobre qualquer assunto. O governador aproveitou a oportunidade para destacar que as contas da sua campanha de 2014 foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por unanimidade, e que fez questão de deixar registradas todas as dívidas contraídas durante o processo eleitoral, não deixando débitos sem registro. O fato é inédito na história de campanhas eleitorais na Bahia.

Com relação à agência de publicidade Propeg que foi alvo da operação da PF, Rui ressaltou que nunca existiu nenhum tipo de relação pessoal ou profissional com a empresa.

Por fim, Rui disse estará atento a manobras que visem atingir a imagem política que vem consolidando com trabalho sério e árduo à frente do governo baiano. “Talvez a alta aceitação da nossa gestão incomode. No entanto, o trabalho e a intransigente defesa dos interesses da Bahia vão continuar. As pessoas que mais precisam têm pressa”.

Sobre o conteúdo da delação premiada referente à campanha eleitoral de 2014, o governador disse que não irá comentar, pois o assunto já foi devidamente tratado pela coordenação da campanha e pelo partido.

Operação Hidra de Lerna

A Operação Hidra de Lerna foi deflagrada pela Polícia Federal na terça-feira (04/10/2016) com a finalidade de investigar possível prática de financiamento ilegal de campanhas políticas na Bahia, através de esquemas de fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades.

Confira o vídeo

Outras publicações

Governo da Bahia publica aviso de licitação para construção de hospital em Ilhéus Governador Jaques Wagner autoriza licitação para construção de hospital em Ilhéus. O governo da Bahia divulgou, nesta quinta-feira (12/06/2014), que...
Governador Jaques Wagner anuncia mais três secretários, Cezar Lisboa, Nestor Duarte e Paulo Francisco Câmera Govenador da Bahia, Jaques Wagner visita a presidente Dilma Rousseff e anuncia novos secretarios O governador Jaques Wagner divulgou, na tarde desta...
Prefeita reeleita de Jucuruçu agradece por obras no município e apresenta novas demandas Josias Gomes e Uberlândia Carmos Pereira. A prefeita reeleita – com 41,25% dos votos válidos - de Jucuruçu, Uberlândia Carmos Pereira, foi recebida ...

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.