Deputado Augusto Castro diz que Governo da Bahia tem ignorado crescimento da violência

Deputado Augusto Castro critica política de segurança pública do Governo da Bahia.

Deputado Augusto Castro critica política de segurança pública do Governo da Bahia.

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública no Diário Oficial do Estado do ultimo dia 11 revelam aumento de violência na Bahia em números comparativos entre 2015 e 2016.

De toda Bahia, a cidade de Itabuna e suas adjacências se enquadram numa das regiões com maior destaque em aumento no número de mortes por crimes violentos. No primeiro semestre de 2015 foram registradas 104 mortes, enquanto que no mesmo período deste ano de 2016 já foram registradas 164 vítimas fatais. Isso equivale a um crescimento de 62,5% de mortes na referida região cacaueira. Os municípios que integram a 6ª Coordenadoria Regional do Interior estão entre os que menos conseguiram diminuir esse número.

Homicídio, latrocínio e lesão corporal seguido de morte tem sido crimes cada dia mais comuns em toda Bahia e para o deputado estadual Augusto Castro o Governo do Estado não tem atuado de forma efetiva para estagnar ou diminuir esses números. “Infelizmente, estão cada vez mais próximos os casos conhecidos de vítimas de crimes como esses. Nossa sociedade precisa do socorro imediato do governador para acabar com tanta violência” indigna-se Augusto Castro.

Para o parlamentar, o Governo tem falhado em oferecer qualidade de vida para o baiano em inúmeras áreas e o avanço da violência vem destruir ainda mais a estrutura social já precária. “É a mãe que para sustentar a casa passa o dia inteiro no trabalho, o pai de família que não encontra socorro no SUS, a criança que não tem aula na escola e se torna vulnerável e o tráfico crescente de drogas que se torna alternativa atrativa para jovens intensificando a desigualdade social”, argumenta.

Semana passada escrivães e investigadores da Policia Civil estiveram na Assembleia Legislativa da Bahia reivindicando melhorias na qualidade do exercício de suas funções. Recentemente foi feita denúncia da falta de pagamento por parte do governo a empresas terceirizadas que fornecem viaturas policiais. A convocação dos concursados da policia civil só aconteceu depois de quase três anos, após pressão da bancada de oposição na Casa Legislativa. Castro avalia que esses fatos revelam a falta de preocupação com a criminalidade e a postura indiferente dada a segurança pública por esse governo.

*Os dados da Secretaria de Segurança Pública abrangem Itabuna, Almadina, Arataca, Buerarema, Camacan, Coaraci, Floresta Azul, Governador Lomanto Júnior, Itajú do Colônia, Itajuípe, Itapé, Ibicaraí, Jussarí, Pau Brasil, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória.

Outras publicações

Governador Jaques Wagner vai à Europa e Ásia atrair investidores para sistema metroviário Em função da viagem a Europa e Ásia, governador Jaques Wagner vai transmitir o cargo para o Vice-governador Otto Alencar. O governador Jaques Wagner...
Deputado Leur Lomanto Jr. destaca falhas da reforma administrativa proposta por Rui Costa Deputado Leur Lomanto Jr. destaca falhas. O deputado estadual Leur Lomanto Jr., destacou as falhas do modelo administrativo, proposto pelo governado...
Termo de Ajustamento entre MP e Estado prevê ativação de 260 vagas em Conjunto Penal de Feira de Santana Acordo entre MP e Estado prevê ativação dos pavilhões 6 e 7 do Conjunto Penal de Feira de Santana. Um total de 260 vagas deverão estar disponíveis n...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br