Auditores-Fiscais do Trabalho identificam irregularidades e interditam serviços na obra do BRT de Feira de Santana

Os Auditores do Trabalho encontraram empregados sem EPI, banheiros sem água, e ausência de banheiros químicos para o uso de algumas frentes de serviço. Outras irregularidades ainda estão sendo apuradas.

Os Auditores do Trabalho encontraram empregados sem EPI, banheiros sem água, e ausência de banheiros químicos para o uso de algumas frentes de serviço. Outras irregularidades ainda estão sendo apuradas.

Auditores Fiscais do Trabalho da Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Feira de Santana fiscalizaram na manhã desta quinta-feira (14/10/2016), a obra de construção das estações do BRT (BUS RAPID TRANSIT), de Feira de Santana. Os fiscais flagraram situações de risco de queda de trabalhadores, por isso todos os serviços em altura nas estações foram interditados.

Os Auditores do Trabalho constataram a ausência de linha de vida e de meio de acesso seguro à cobertura das estações, o qual era feito através de andaimes montados de forma irregular ou escadas de mão.  Segundo os fiscais, o objetivo da inspeção é garantir que todos os trabalhadores do local possam trabalhar de forma segura e tenham os seus direitos respeitados.

Além dessas irregularidades, os Auditores do Trabalho encontraram empregados sem EPI, banheiros sem água, e ausência de banheiros químicos para o uso de algumas frentes de serviço. Outras irregularidades ainda estão sendo apuradas.

O BRT é obra do Programa de Aceleração de Crescimento, na sua segunda fase, através do convênio do Ministério das Cidades com a prefeitura e que utiliza recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br