Vereador David Neto critica atendimento nos cartórios de Feira de Santana e pede providências

David Neto: Quando houve a privatização dos cartórios, tirando os cartórios do Fórum, foi para que melhorasse. Mas a população está sendo humilhada, está o maior absurdo.

David Neto: Quando houve a privatização dos cartórios, tirando os cartórios do Fórum, foi para que melhorasse. Mas a população está sendo humilhada, está o maior absurdo.

Durante discurso na tribuna da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (05/09/2016), o vereador David Neto (DEM) criticou o atendimento prestado pelos cartórios em Feira de Santana, chamando atenção do Ministério Público para que tome providências.

O edil afirmou que uma amiga, moradora do distrito de Maria Quitéria, faleceu e a família encontrou dificuldades para obter a Certidão de Óbito em um cartório da cidade. “Na semana passada faleceu uma grande amiga nossa, a senhora Maria de Jesus Gonçalves, moradora do distrito de São José. Os filhos, com dificuldades, se dirigiram ao Cartório de Pessoas Cíveis, que tem como oficial Maria Barbosa de Cerqueira, onde existe um mau tratamento. As pessoas chegam lá 4, 5 da manhã e não conseguem pegar uma guia de sepultamento, são tratadas com desleixo. É um lote de ignorantes, e chamo atenção do Ministério Público desta cidade”, afirmou.

David lembrou que os cartórios foram privatizados para a melhoria do atendimento, o que, segundo ele, não vem acontecendo. “Quando houve a privatização dos cartórios, tirando os cartórios do Fórum, foi para que melhorasse. Mas a população está sendo humilhada, está o maior absurdo, a maioria só pensa em dinheiro e não dá um tratamento digno a todos”, disse.

O vereador voltou a chamar atenção do Ministério Público. “Que o Ministério Público chame atenção. Até para atestado de óbito, que tem prioridade, estão tratando mal às pessoas, ridicularizando. Eles estão ganhando pra isso, estão faturando fortunas, temos que ficar de olho”, ressaltou, informando que inclusive esteve no local pessoalmente.

Em aparte, o vereador Marcos Lima (PRP) lembrou-se do projeto de sua autoria nº 180/15, que limita o tempo de atendimento nos cartórios para 15 minutos em dias comuns e 30 minutos em vésperas de feriado. “A lei existe, foi aprovada, veio do Executivo sem ser sancionada e, até o momento, a Casa não promulgou. Já foi pedido por mim várias vezes, quero que conste em ata mais esse pedido que dá o limite de 15 a 30 minutos nos cartórios em Feira”, declarou.

Retomando a palavra, David Neto concordou com a necessidade de se impor limite para atendimento nos cartórios.  “Concordo com Vossa Excelência, inclusive para autenticar está demorando duas, três horas de relógio. Temos que fiscalizar, acredito que temos bons promotores que vão começar a fazer inspeção. É o momento correto para que o povo tenha um bom atendimento”, pontuou.

Atendimento na saúde

Mudando o foco do discurso, o vereador David Neto cobrou ainda um bom atendimento nas unidades de saúde, a exemplo do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) II, que, conforme ele, tem prestado um péssimo atendimento à comunidade.

“Quero parabenizar a secretária Denise Mascarenhas e a Patrícia pelo trabalho que vêm realizando, mas quero pedir que verifique no CAPS II, um cidadão chamado Celestino, porque as pessoas se dirigem com toda a documentação para solicitar medicamentos e não conseguem atendimento”, afirmou.

De acordo com o edil, muitas pessoas que exercem cargos no serviço público estão atendendo mal à população. “Parece que tem gente que é dono do CAPS, nunca teve um trabalho público, no dia que você coloca, começa a atender mal às pessoas”, disse.

David Neto fez questão de ressaltar que esse problema não é de exclusividade da Secretaria Municipal de Saúde. “Isso eu falo não só na Secretaria de Saúde, mas em todas as Secretarias, temos que observar, é isso que eu faço”, disse o democrata, defendendo a contratação no serviço público de pessoas que tenham “amor ao próximo”.

Câmeras de segurança em distrito

Ainda no uso da tribuna, o vereador David Neto denunciou que no distrito de Maria Quitéria (São José) foram colocadas câmeras de segurança que estão sendo usadas como uma maneira de multar os veículos. “Colocaram câmeras para multar carros até da zona rural. Jamais mandaria botar uma coisa daquelas para multar veículos na zona rural”, criticou.

Outras publicações

José Carneiro assume liderança do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana Composição da mesa, durante abertura dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS). A convite do Chefe do Executivo, os ...
Feira de Santana: líder do governo declara apoio à reeleição do presidente Reinaldo Miranda José Carneiro Rocha: Na eleição passada, eu fui um dos primeiros a levantar a voz em defesa da candidatura do vereador Reinaldo Miranda e não me arre...
Feira de Santana: vereador Pablo Roberto faz pronunciamento em defesa pessoal Pablo Roberto: "Desde os meus 16 anos pratico a política em defesa da criança e do adolescentes, dos direitos humanos. Esses dias tem sido muito desg...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br