Uefs Editora lança 15 títulos

Uefs Editora lança novos títulos.

Uefs Editora lança novos títulos.

História da ciência da computação, saúde da família, poesia e literatura brasileira contemporânea, novas pesquisas em educação, fraude na administração pública, historiografia e ficção, aspectos históricos do português brasileiro, filologia, desenho, geografia e etnografia, diálogo entre literatura e cinema, leitura como estratégia de transformação social numa pequena comunidade sertaneja baiana.

Essa pluralidade de temas é o que contempla a nova leva de publicações da Uefs Editora. São 15 livros que serão lançados na próxima quinta-feira (29/09/2016), a partir das 16h, no hall do prédio da reitoria da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Segundo o editor Valdomiro Santana, “são agora 181 livros publicados pela UEFS Editora. Se considerarmos que há seis anos atrás só havia três livros editados, ainda muito distante de se fazer um catálogo, o que se verifica, no curso dos anos seguintes, é um crescimento exponencial de novos títulos à disposição dos professores, pesquisadores e estudantes da UEFS e de outras universidades da Bahia e demais Estados”.

Segue abaixo a relação dos livros e os respectivos autores:

Cartas brasileiras (1809-1904)

Um estudo linguístico-filológico

Zenaide de Oliveira Novais Carneiro

São cartas que, primorosamente editadas, constituem uma rica fonte documental para melhor se compreender a história do português brasileiro. O estudo identifica e explora o aparecimento de uma sintaxe genuinamente nacional, própria do uso que os remetentes faziam do vernáculo, como, por exemplo, a grande variação de construções em que os pronomes clíticos aparecem, ambiguamente, antes e depois dos verbos.

Miudezas do tempo: sobre história e outras ficções

Clóvis Frederico Ramaiana Moraes Oliveira

Rascunhamento é o termo, assim grifado pelo autor, que ele usa na introdução deste livro para dizer como nasceu o projeto de sua escrita: “nas salas de aulas, completamente tributário das contribuições dos mais diversos estudantes que estiveram na minha companhia nos últimos   quatro anos”. Um projeto, como se vê, bem original, o que resultou em ensaios curtos sobre dúvidas e incertezas quanto aos limites entre a ficção e a história.

Dinâmica organizativa do acesso dos usuários do programa saúde da família aos serviços e às práticas de saúde de média e alta complexidade 

Mariana de Oliveira Araújo

Maria Angela Alves do Nascimento

Livro que interessa aos estudiosos de Saúde Coletiva no Brasil. Um dos aspectos críticos assinalados pelas autoras é o fato de que o SUS garante legalmente, mas não torna uma prática efetiva o acesso universal aos serviços de saúde, em especial nas ações de média e alta complexidade.

Há um poema morto na sala

José de Assis Freitas Filho

Nesta coletânea, o que o poeta nos instiga a ver, ler e ouvir é a sensação dolorosa deste tempo dito “pós-moderno”, o do modelo do vale-tudo da arte e de qualquer outro fazer e saber. Por isso mesmo, um tempo de signos cada vez mais vazios, mentirosos. Um livro, portanto, em que a poesia resiste a esse modelo.

O Rio São Francisco  e a Chapada Diamantina nos desenhos  de Theodoro Sampaio

Ivoneide de França Costa

Livro essencial para se compreender o papel relevante que teve Theodoro Sampaio (Santo Amaro, BA, 1855 / Rio de Janeiro,1937) na Comissão Hidráulica do Império (1879-1880), em que, como engenheiro civil, participou da Expedição pelo Rio São Francisco e a Chapada Diamantina. Este, o âmbito do estudo realizado pela autora, a fim de particularizar seu objeto de análise: os desenhos de Theodoro Sampaio que documentam essa viagem exploratória de ricos resultados.

imagens imaginários movimentos

literatura cinema & diversidade cultural

Claudio Cledson Novaes (Org.)

O título e o subtítulo desta coletânea, sem a pausa de vírgula, o que foi proposital, já chamam atenção. Os textos reunidos são partes de dissertações de mestrado concluídas no âmbito das orientações realizadas no Núcleo de Estudos em Literatura e Cinema, uma unidade do Departamento de Letras e Artes da UEFS. Nesta era tecnológica da arte, a primeira da história, o mundo se viu avassalado por imagens de todo tipo e a uma velocidade impressionante. Há então novos imaginários.

Bahia humorística – causos sertanejos de Eulálio Motta

Liliane Lemos Santana Barreiros

A importância de aspectos linguísticos e socioculturais do manuscrito de Eulálio Motta, poeta, jornalista e cronista de Mundo Novo, BA (1907-88), é o objeto de estudo deste livro, fruto da dissertação de mestrado da autora. Trata-se de criteriosa edição semidiplomática de Bahia Humorística, uma coleção de 50 “causos”, contados por esse escritor sertanejo

Educação permanente em saúde na estratégia saúde da família em busca da resolubilidade da produção do cuidado

Bianca de Oliveira Araújo

Maria Angela Alves do Nascimento

No município de Camaçari (BA), Bianca de Oliveira Araújo e Maria Angela Alves do Nascimento investigaram a prática da Educação Permanente em Saúde.  Os resultados da pesquisa enfatizam a importância dessa educação para a Estratégia Saúde da Família, considerada como uma responsabilidade coletiva de médicos, paramédicos, gestores e usuários, a fim de tornar eficiente e eficaz o processo de trabalho cotidiano voltado para a atenção básica.

Uma breve história da computação

Daniel G. Costa

É consideravelmente grande, na atualidade — e só tende a crescer de modo exponencial —, a produção de textos sobre Ciência da Computação. Este é o primeiro livro sobre a história dessa disciplina recente publicado pela UEFS Editora. Em linguagem acessível ao público geral, mas sem cair na chatice do didatismo, o que fez o autor foi preparar onze capítulos que propiciam uma leitura proveitosa ao máximo, com ilustrações bem apropriadas.

Transfiguração poética do espaço em guimarães rosa e manoel de barros

Igor Rossoni

Neste estudo do espaço na obra dos dois autores, o signo “travessia” se potencializa de tal modo, que se torna múltiplo. Daí o diálogo, melhor seria dizer a conversa infinita que, como propõe Igor Rossoni, se pode ler — para além dos registros léxicos, construções sintáticas e campos semânticos — na ficção de um e na lírica do outro.

Retratos de famílias e abordagens de cuidados

Evanilda Souza de Santana Carvalho

Luciano Marques dos Santos (Orgs.)

Nos textos desta coletânea, os autores descrevem e analisam famílias que vivenciam o adoecimento de suas crianças e adolescentes, adultos que, hospitalizados, são portadores de doenças crônicas, bem como as patologias que afetam trabalhadores de feiras livres.

Livro, leitura e inclusão social no sertão baiano

Cláudio Cledson Novaes

Maria Helena da Rocha Besnosik

Mírian Sumica Carneiro Reis (Orgs.)

Ler é o signo-ação deste livro, tanto no sentido cognitvo, o de apreender o código da língua, quanto no de conhecer o contexto da realidade em que se vive. A consciência dessa necessidade foi a contribuição decisiva para se promover e organizar o I Encontro sobre Livro, Leitura e Inclusão Social no Ter­ritório Nordeste II da Bahia, no povoado de São José do Paiaiá, em Nova Soure, entre os dias 4 e 7 de dezembro de 2014, com o apoio da prefeitura do município, UEFS, UNEB, Capes e Biblioteca Nacional.

Pesquisa em políticas educacionais – características e tendências

Antonia Almeida Silva

Márcia Aparecida Jacomini (Orgs.)

É ainda recente no Brasil a área de pesquisa em políticas educacionais, cujo tema tão amplo — em seus vários e complexos aspectos — os autores  deste livro focalizam. Os textos selecionados são oriundos de uma amostra bastante significativa de teses e dissertações defendidas em distintos programas de pós-graduação em Educação.

Gestão de risco de fraudes

um instrumento de combate à

corrupção na administração pública

Herval da Silva Moura

A pesquisa realizada pelo autor documenta e analisa, à luz crua, uma preocupação mundial: o problema tão grave e complexo da corrupção, que desmoraliza as instituições democráticas, retarda o desenvolvimento e contribui para a instabilidade governamental, ao criar pântanos burocráticos que só favorecem a prática de subornos. O estudo é anterior à Operação Lava-Jato, investigação que, em andamento no Brasil pela Polícia Federal, foi iniciada em 2014.

Pesquisa colaborativa e inovações educacionais em ensino de biologia

Claudia Sepulveda

Mariangela Almeida (Orgs.)

Durante sete anos, um grupo de professores da Educação Básica, pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação dedicou-se a estudar meios, modos e estratégias visando à investigação de inovações no ensino de Ciências e Biologia. O projeto resultante dessa iniciativa não se limitou a desenvolver, aplicar e testar em sala de aula as inovações educacionais, mas procurou construir uma prática social de pesquisa colaborativa, situada nesse espaço de ensino-aprendizagem.

Outras publicações

Atividades marcam 30 anos do curso de Odontologia da Uefs Evento marca 30 anos do curso de Odontologia da Uefs. O curso de Odontologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) completa 30 anos em...
UEFS: mês da criança é comemorado no Museu Casa do Sertão Fachada do Museu Casa do Sertão. O museu fica localizado no campus da Uefs, em Feira de Santana. O Museu Casa do Sertão da UEFS realiza o Mês da Cri...
Concurso da UEFS terá mais vagas que o previsto em edital O concurso da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), que está com as inscrições abertas até domingo, visa não somente preencher as 25 vagas...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br