Secretário da Agricultura vai à Brasília em busca de recursos para a defesa agropecuária baiana

Secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, busca recursos para o agronegócio da Bahia.

Secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, busca recursos para o agronegócio da Bahia.

Em ida à Brasília, na busca de apoio do governo Federal para implementação de projetos voltados à defesa agropecuária baiana, o secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, esteve reunido no início desta semana, com o ministro interino Eumar Novacki (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). O encontro contou com dirigentes do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa) e secretários de Agricultura de outros estados, que entregaram ao ministro documento solicitando mudanças no sistema brasileiro de inspeção agropecuária. As sugestões vêm de encontro ao programa Plano Agro+, lançado pelo Ministério da Agricultura no final de agosto, para desburocratizar normas e procedimentos do segmento.

No final da tarde da terça-feira (13/09/2016), em mais um encontro com Novacki, acompanhado pelo vice-governador da Bahia, secretário de Planejamento João Leão, Bonfim solicitou a continuidade no repasse de recursos do convênio firmado em 2013, entre o MAPA/SFA-BA e a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (ADAB), vinculada à Secretaria da Agricultura (SEAGRI), com o objetivo de apoiar a estruturação e implementação do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (SUASA), e promover o fortalecimento das ações de defesa agropecuária no estado. O convênio prevê repasse da segunda parcela da ordem de R$ 1,772 milhão.

O secretário Vítor Bonfim também pleiteou recursos para o andamento do Projeto Integrado de Controle de Mosca das Frutas para a Agricultura Familiar nos perímetros irrigados do Vale do São Francisco/BA, que conta com a parceria da MOSCAMED, na produção de Mosca Estéril. A região produz 85% da manga que sai do Brasil. O mercado interno é o principal consumidor da fruta, com 78% de participação. No ano passado, a produção cresceu 7%, atingindo 750 mil toneladas. Atualmente, a região conta com 3 mil produtores de frutas (manga, uva, coco, goiaba e acerola).

“O desenvolvimento das cadeias produtivas está diretamente ligado ao fortalecimento da defesa agropecuária. Por meio da ADAB, temos desenvolvido um trabalho considerado referência no país. Ao longo dos anos, a Agência vem conquistando a confiança do produtor rural, prezando pela segurança alimentar e colaborando para que os produtos agropecuários baianos alcancem novos e promissores mercados”, declarou Bonfim.

O ministro interino afirmou que vai apoiar as ações de defesa da Bahia, e analisar a necessidade de atualização da legislação. “Precisamos atualizar, seja através de decreto, instrução normativa ou portaria, para agirmos rapidamente. Esse assunto está entre as prioridades do ministro Blairo Maggi”, assegurou. Ainda segundo Novacki, a determinação do ministro é buscar alternativas que tornem o serviço mais eficiente sem perder a segurança sanitária brasileira, que está entre as melhores do mundo. Novacki lembrou que os Estados Unidos, que são muito exigentes, acabam de fechar acordo para a compra de carne bovina in natura do Brasil.

Outras publicações

Liminar do STF suspende ações relativas a aumento para servidores do Legislativo da Bahia Ministro Teori Zavascki nega aumento do legislativo baiano. O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu o andamento de t...
Salvador: maquete da Bahia é um dos principais atrativos da Fenagro Maquete da Bahia na Fenagro. Uma das principais atrações da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro) é a grande maquete de 125 metros quadrados...
População mais pobre será fortemente atingida com a aprovação da PEC 55, afirma governador Rui Costa Governador Rui Costa critica proposta econômica do governo federal. “O sacrifício do povo mais simples será exageradamente forte”, na avaliação do g...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br