Salvador: Jam no Mam estende programação e anuncia transmissões online

Show do projeto Jam no Mam.

Show do projeto Jam no Mam.

As Jam Sessions com sotaque baiano que garantem à Jam no Mam a fama de ser um programa musical único acabam de firmar patrocínio com a Telefônica Vivo e o Governo do Estado da Bahia, que estarão ao lado do projeto já a partir do dia 03 de setembro (sábado). A nova temporada se estenderá até final de dezembro de 2016 e dará ao público um grande presente: a oportunidade de acompanhar online os encontros musicais de todos os sábados no Solar do Unhão, em Salvador, com as performances criadas a partir da sonoridade que a Banda Jam no Mam e músicos de todo o mundo elaboram conforme a regra número um do jazz: tema e improvisação. O evento é patrocinado pela Vivo, por meio da plataforma Vivo Transforma e Governo do Estado, através do Programa Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Serão, ao todo, quatro transmissões online, durante todos os sábados do mês de setembro. Nos dias 03, 10, 17 e 24/09 de setembro de 2016, portanto, os encontros musicais da área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia serão transmitidos “Ao Vivo”, sempre a partir das 18h, através do canal do projeto no youtube (www.youtube.com/JAMnoMAM). Será uma oportunidade para o público de outras praças conferir o mix de música baiana, baião, samba, frevo, salsa, blues e swing que os artistas da Jam no Mam fazem surgir do cruzamento do jazz com a forte tradição percussiva da música baiana. E, como mais um presente de abertura, no próximo sábado o Grupo Garagem volta a abrir a programação, tocando às 18h, antes da Banda Jam no Mam dar continuidade à noite musical.

Essa será a segunda vez que a Jam no Mam transmitirá uma parte de sua temporada via Streaming (a primeira vez aconteceu em 2015), o que vai ampliar o diálogo das jam sessions baianas com o público de outros estados brasileiros – e até de outros países – que acompanham o projeto em suas redes sociais. Atualmente a Jam no Mam possui um público internacional importante em países como Estados Unidos, Argentina e França, entre outros, que terão a chance de acompanhar via internet a produção musical, sempre inusitada, que surge a cada sábado em Salvador. As transmissões contam com o apoio da Superintendência de Tecnologia da Informação da UFBA e uma equipe técnica coordenada pelos cineastas Sofia Federico e Marcos Povoas.

Será também durante essa nova temporada que o projeto abrigará mais três edições do ciclo “Perspectivas da improvisação no âmbito da Jam no Mam”, encontros sobre as práticas da improvisação na música em suas várias vertentes que visa levar todas as pessoas, iniciadas ou não na vivência do jazz, a compreender melhor os mecanismos envolvidos nas práticas da improvisação musical e, assim, aproveitar melhor a experiência oferecida em projetos como a Jam no Mam. Os encontros acontecerão nos dias 17/09, 15/10 e 19/11, e serão coordenados pelo músico, compositor e professor Ivan Bastos. O ciclo é uma atividade de extensão que Bastos desenvolve enquanto docente da Escola de Música da UFBA.

Improvisação – a Jam no Mam é um projeto da Huol Criações e acontece aos sábados na área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia, ao ar livre e de frente para o mar, com ingresso a preço popular (R$ 8,00, a inteira). Ele oferece performances de música instrumental com a Banda Jam no Mam, dedicada a desenvolver uma sonoridade que bebe na fonte da pluralidade de ritmos da cultura popular local. A Banda Jam no Mam possui um rico repertório instrumental autoral e de standards do jazz, e é quem “segura as pontas” em todas as jam. O grupo é formado por Ivan Huol, Ivan Bastos, André Becker, Rowney Scott, Gabi Guedes, Paulo Mutti, Joatan Nascimento, Felipe Guedes e Bruno Aranha.

O evento entrou esse ano na “Toplist” do portal TripAdvisor, avaliado pelo público como um dos melhores programas para se fazer em Salvador. Além disso, os números impressionam: de agosto de 2007 até agosto de 2016, foram realizadas mais de 430 jam sessions, com um público superior a 560 mil espectadores e uma média geral de cerca de 1,3 mil pessoas por sessão.

Histórico – a Jam no Mam é um projeto baseado nas jam sessions que eram realizadas entre 1993 e 2001 no Museu de Arte Moderna da Bahia (também sob a coordenação do músico Ivan Huol). Em 25 de agosto de 2007 o projeto retornou num local mais amplo no próprio Museu, de cara com a Baía de Todos os Santos, e assumiu o apelido pelo qual já era conhecido pelos seus frequentadores: Jam no Mam! Nessa fase recente já passaram e tocaram por lá músicos brasileiros de renome: Carlos Malta,Elza Soares, Toninho Horta, Flávio Venturini, César Camargo Mariano, Teco Cardoso, Artuzinho Maia; além de músicos estrangeiros, como Joshua Redman, Steve Coleman, Walter Blanding, Graham Haynes, dos EUA;, além de Canadá, Argentina, Colômbia, Itália, França, Bélgica, Alemanha, Áustria, Irlanda, Chile, Cuba, Argélia, Japão, Dinamarca, dentre outros.

Além de contribuir para a formação de plateia em música instrumental e para o intercâmbio entre músicos que estejam de passagem na cidade, a Jam no Mam proporciona um espaço aberto para que músicos jovens, ainda em formação, possam tocar e exercitar a arte da improvisação ao lado de músicos profissionais. Com sua longevidade, o ambiente jazzístico na Bahia também floresceu e este projeto vitorioso contribuiu para o amadurecimento da cena instrumental no Estado, que hoje conta com importantes iniciativas que também investem na mesma direção, como a Neojibá, a Orquestra Afro-Sinfônica e a Orkestra Rumpilezz, transformando Salvador num grande celeiro para a nova geração de músicos instrumentistas, sejam eles novos talentos locais ou artistas vindos de fora.

A história da Jam no Mam vem sendo registrada através de uma fértil produção audiovisual que valoriza a história da própria música instrumental baiana. O primeiro DVD foi lançado em abril de 2012 e traz o documentário “Varanda”, ressignificando a melodia e os ritmos do lugar de origem da Jam para falar da sua própria história e do seu começo. O segundo, de 2013, chama-se “Improvisação” e vem acompanhado de um CD com músicas autorais. O terceiro DVD “Na Base do Solo” – acompanhado do álbum “JAM no MAM 2013-2014” – foi lançado em 2014 e revela exatamente o aspecto do projeto de contribuir na formação de músicos, sobretudo na arte da música instrumental improvisada.  Já “Assaz Baiano” (lançado em 2015) joga o foco para o compositor baiano e seu processo criativo, e também traz um CD com músicas autorais. Além disso, a Huol Criações e a JAM no MAM produziram em 2013 o programa Jazz na Madrugada, que veiculou na TV, na internet e no rádio performances musicais e entrevistas ligadas ao projeto. Em 2015, foi a vez das primeiras transmissões online, oferecidas através dos canais das redes sociais da Jam – iniciativa que retorna graças ao patrocínio da Vivo e do Governo do Estado da Bahia.

Vivo transforma – a Jam no Mam integra a plataforma Vivo Transforma, criada pela Vivo em 2015 para promover a democratização do acesso à cultura e o envolvimento das comunidades em iniciativas voltadas principalmente à música. Em 2016, serão mais de 90 projetos apoiados por meio das leis de incentivo fiscal, em diferentes regiões do país, com foco em transformação social, revelação de novos talentos e valorização da cultura nacional.

Fazcultura– Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Agenda

Local: Museu de Arte Moderna da Bahia

Horário: Das 18h às 21h.

Outras publicações

​​Salvador: Mônica San Galo recebe Flávio Venturini no ‘Música na Varanda’ Mônica San Galo participa do projeto 'Música na Varanda'. Nesta sexta-feira (16/09/2016), o projeto 'Música na Varanda', com Mônica San Galo, recebe...
Salvador: ritmo nacional inspira a Mostra de Cursos Livres da Escola de Dança da Funceb 'Mostra dos Cursos Livres' ocorre em Salvador. Professores e alunos dos Cursos Livres da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado Bahia (Funce...
Exposição fotográfica ‘Águas’ chega ao Salvador Shopping Imagem da exposição fotográfica 'Águas', do fotógrafo Anselmo Hoffmann. Imagem da exposição fotográfica 'Águas', do fotógrafo Anselmo Hoffmann. ...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br