Medida provisória e decretos modificam estrutura e trocam comando da EBC

Protesto dos membros do Conselho Curador da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) contra mudanças na empresa pública.

Protesto dos membros do Conselho Curador da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) contra mudanças na empresa pública.

Decreto publicado na sexta-feira (02/09/2016) no Diário Oficial da União (DOU) altera o Estatuto Social da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). De acordo com o texto, a empresa passa a ser vinculada à Casa Civil e não mais à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Outra alteração trata do Conselho de Administração da empresa, que passa a ser composto por: um membro indicado pelo ministro-chefe da Casa Civil, que vai exercer a presidência do colegiado;  pelo diretor-presidente; por um membro indicado pelo Ministério da Educação; por um membro indicado pelo Ministério da Cultura; por um membro indicado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; por um membro indicado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; e por um representante dos empregados da EBC.

Ainda segundo o decreto, a Diretoria Executiva da empresa será composta por um diretor-presidente, um diretor-geral e quatro diretores, sendo que todos os membros serão nomeados e exonerados pelo presidente da República.

Até então, o diretor-presidente da EBC tinha mandato de quatro anos com permissão para recondução. Agora, o prazo máximo de ocupação do cargo passa a ser quatro anos, sem possibilidade de recondução.

Fim do Conselho Curador

Medida Provisória publicada hoje no DOU  também  define que a EBC seja administrada por um Conselho de Administração e por uma Diretoria Executiva e, em sua composição, contará apenas com um Conselho Fiscal e não mais com um Conselho Curador. A lei que criou a empresa previa a atuação de um conselho curador, formado por 22 membros, incluindo representantes da sociedade civil, cujo papel seria “zelar pelos princípios e autonomia da EBC”.

Troca no comando da EBC

Por fim, a edição de hoje do DOU também traz a exoneração de Ricardo Melo do cargo de diretor-presidente da EBC e a nomeação de Laerte Rímoli para a função.

Todos os decretos e a medida provisória em questão foram assinados pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que exerce o cargo de presidente da República enquanto Michel Temer participa de reunião do G-20 na China.

*Com informação da Agência Brasil.

Outras publicações

Caso La Vue: ministro Eliseu Padilha diz que sugeriu a ex-ministro que buscasse uma solução junto à AGU Ministro Eliseu Padilha e presidente Michel Temer. Governo Temer apresenta padrão ético e conduta moral bastante questionável. Segundo reportagem do...
Juventude protesta contra Michel Temer em Salvador e pede eleições gerais Manifestantes lotam as ruas de Salvador contra o presidente Michel Temer e pedem deposição do governo golpista. Manifestantes saíram hoje (02/09/201...
Caso La Vue: ministro Geddel Vieira Lima entrega carta de renúncia ao presidente Michel Temer Carta de renúncia de Geddel Vieira Lima do cargo de ministro do governo Temer. Procuração dos advogados do condomínio La Vue Ladeira da Barra. O...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br